Escolha as suas informações

Esta é a equipa médica luxemburguesa que está a apoiar Portugal
Luxemburgo 2 min. 15.02.2021

Esta é a equipa médica luxemburguesa que está a apoiar Portugal

Esta é a equipa médica luxemburguesa que está a apoiar Portugal

Foto: DR
Luxemburgo 2 min. 15.02.2021

Esta é a equipa médica luxemburguesa que está a apoiar Portugal

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Equipa da Luxembourg Air Rescue chegou no domingo a Portugal para reforçar o hospital de Évora. Vai ajudar doentes covid-19 internados nos cuidados intensivos.

A equipa da Luxembourg Air Rescue (LAR) chegou este domingo a Portugal para apoiar as equipas médicas do Hospital do Espírito Santo de Évora. Uma médica de urgência especializada em anestesia e reanimação e uma enfermeira graduada e professora no Lycée Technique pour Professions de Santé (LTPS) - um dos elementos fala português, segundo apurou o Contacto -, são o primeiro apoio do Grão-Ducado, o primeiro país a oferecer publicamente ajuda sanitária a Portugal, que enfrenta a sua vaga mais mortal desde que a pandemia começou.

"Tendo em conta a situação particularmente dramática em vários hospitais, desencadeada pela crise sanitária relacionada com a covid-19, a Luxembourg Air Rescue enviou no domingo de manhã uma equipa médica para Portugal. Este processo foi feito em colaboração com o Gabinete do Alto Comissário para a Proteção Nacional (HCPN), o Ministério de Estado e o Ministério dos Negócios Estrangeiros e dos Assuntos Europeus, bem como o Departamento de Saúde", começa por referir a LAR em comunicado.

A associação de salvamento e resgate aéreo disponibilizou os seus meios "apenas dois dias após o governo português ter aceite a oferta de assistência do Governo luxemburguês na luta comum contra o covid-19". 

Segundo o comunicado, a equipa médica já começou, esta segunda-feira, o seu trabalho na Unidade de Cuidados Intensivos do hospital alentejano. 

Tendo como lema "Resgate Aéreo sem Fronteiras", a associação, que recentemente explicou ao Contacto como se processaria o transporte de um doente grave de Portugal para o Luxemburgo se fosse esse o cenário, considera que a crise mostrou que a luta contra uma pandemia apenas se ganha se "a combatermos juntos", como sublinha René Closter, CEO e presidente. "É, portanto, óbvio que a LAR, com os seus mais de 30 anos de experiência, e líder no campo da ajuda transfronteiriça, se comprometa a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar os países mais afetados, como Portugal".

Também a diretora do hospital de Évora, Maria Filomena Mendes sublinhou a importância de combater uma crise global de forma global, reconhecendo a resposta dedicada do Luxemburgo.

"A pandemia é transversal a todos os países e esta generosidade de saírem do seu país da sua zona de conforto e virem apoiar os hospitais portugueses, no nosso caso um pequeno hospital do interior, tem um enorme significado para nós", salientou ao Contacto.

No dia 20 está previsto outra equipa partir do Grão-Ducado para continuar a prestação de apoio ao hospital.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas