Escolha as suas informações

Escola europeia de Differdange pode vir a ter ensino primário em português

Escola europeia de Differdange pode vir a ter ensino primário em português

Chris Karaba
Luxemburgo 28.03.2015

Escola europeia de Differdange pode vir a ter ensino primário em português

O Governo deu ontem luz verde à criação da escola europeia de Differdange. No final do Conselho de Ministros, o ministro da Educação disse que a futura escola pode vir a ter uma secção portuguesa no ensino primário.

 O Governo deu ontem luz verde à criação da escola europeia de Differdange. No final do Conselho de Ministros, o ministro da Educação disse que a futura escola pode vir a ter uma secção portuguesa no ensino primário.

A escola europeia de Differdange já há muito que tinha sido anunciada, mas até agora o Governo só tinha avançado com a criação uma secção francesa e outra inglesa. Ontem, o ministro da Educação adiantou a possibilidade de se criar uma secção portuguesa no ensino primário.

Claude Meisch diz que o objectivo da nova escola é dar resposta à crescente "heterogeneidade da populaçâo escolar" do país. No sul do Luxemburgo, 60% dos alunos são estrangeiros.

A escola europeia de Differdange vai funcionar segundo os princípios de uma escola europeia agregada. Ou seja, sem fazer fazer parte da rede europeia de escolas, o novo estabelecimento de ensino vai ser público e oferecer um currículo semelhante ao das escolas europeias. A qualidade do ensino vai ser monitorizado pelas autoridades das escolas europeias.

O novo estabelecimento de escolar vai ter escola primária, ensino secundário e uma via preparatória.

A nova escola internacional vai arrancar ëm 2016/2017 e vai acolher 1400 alunos.

Quando começar, a nova escola vai funcionar em instalações provisórias uma vez que a conclusão das obras está prevista apenas para 2020.

Na escola Europeia de Differdange, vai ser obrigatório a aprendizagem do luxemburguês no ensino primário e nos primeiros anos do secundário.

DM


Notícias relacionadas

EDITORIAL: A quinta das crianças
Por José Luís Correia - A quinta-feira, 15 de Setembro, marca o regresso às aulas, mesmo se muitas escolas já começam a funcionar na segunda-feira e outras ainda antes.
O ano lectivo 2016-2017 arranca no dia 15 de Setembro