Escolha as suas informações

Escher Déirepark pede "respeito pelos animais e pelo pessoal"
Luxemburgo 04.08.2020

Escher Déirepark pede "respeito pelos animais e pelo pessoal"

Escher Déirepark pede "respeito pelos animais e pelo pessoal"

Photo: Claude Piscitelli
Luxemburgo 04.08.2020

Escher Déirepark pede "respeito pelos animais e pelo pessoal"

Com lotação esgotada, o "mini-zoo" de Esch-sur-Alzette foi invadido de lixo. Se as condições dos animais continuarem a degradar-se, o parque equaciona fechar as portas ao público.

No limite e se os apelos ao bom senso dos visitantes não tiverem qualquer efeito, o Escher Déirepark está a considerar "vedar o zoo ao público". Quem o diz é diretora do parque. Citada pelo Wort, Anne Meyers descreve uma espécie de invasão com consequências graves e pede "respeito pelos animais e pelo pessoal". 

Desde o desconfinamento, que há lixo e restos de comida deixados para trás. Muitos são atirados para as jaulas dos animais. Recentemente, por exemplo, a cabra Camille "foi alimentada com sacos de batatas fritas e gelo, o que causou dor e diarreia", relata a diretora do parque de Esch-sur-Alzette que recebe, em média 700 pessoas por dia. 

Nem as restrições e medidas de segurança que acompanham a pandemia do novo coronavírus são respeitadas. Apesar de ser imposto por lei, o uso da máscara de proteção tem levantado alguns problemas, sobretudo na zona de restauração. Perante, o aparente descontrolo, Anne Meyers diz que, apesar de não ser "a favor da severidade", "já não é possível passar sem ela". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.