Escolha as suas informações

Enfermeira agredida fisicamente num dos laboratórios Ketterthill
Luxemburgo 07.12.2021
Covid-19

Enfermeira agredida fisicamente num dos laboratórios Ketterthill

Covid-19

Enfermeira agredida fisicamente num dos laboratórios Ketterthill

Foto: Karl-Josef Hildenbrand/dpa
Luxemburgo 07.12.2021
Covid-19

Enfermeira agredida fisicamente num dos laboratórios Ketterthill

Catarina OSÓRIO
Catarina OSÓRIO
"Inaceitável", classificou a direção dos laboratórios de análises sobre este e outros atos agressivos para com o staff, e que são cada vez mais comuns.

Uma enfermeira dos Laboratórios Ketterthill foi agredida fisicamente "nos últimos dias" por um paciente que se apresentou para realizar um teste à covid-19. A informação é avançada esta terça-feira pela RTL que cita a direção da empresa, que considera por sua vez o ato de "inaceitável". 

Sem explicar as circunstância exatas do incidente, as chefias dizem apenas à tv luxemburguesa que esta agressão não é a única a acontecer nos últimos tempos e vários casos de violência verbal contra o pessoal da empresa são cada vez mais frequentes. Situação que levou à criação de uma linha de apoio psicológico aos trabalhadores.

"Os nossos empregados (enfermeiros, secretários e biologistas) são diariamente confrontados com explosões verbais", explica a direção citada pela RTL. Referindo o esforço feita pela empresa para dar resposta à pandemia, nomeadamente "faixas horárias dedicadas a testes PCR" e a sensibilização para os gestos de barreira e os procedimentos de rastreio, a direção condena veemente estes atos. "É inaceitável que os doentes ataquem o nosso pessoal por razões organizacionais que não lhes convêm", refere ainda.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.