Escolha as suas informações

Eleições sociais: 836 empresas não elegeram delegados sindicais

Eleições sociais: 836 empresas não elegeram delegados sindicais

Foto: Marc Wilwert
Luxemburgo 15.03.2019

Eleições sociais: 836 empresas não elegeram delegados sindicais

Susy TEIXEIRA MARTINS
As empresas infratoras poderão ser sancionadas ou obrigadas a realizar novas eleições.

As empresas que têm mais de 15 trabalhadores elegeram os seus delegados do pessoal na terça-feira passada.

Segundo um comunicado da Inspeção do Trabalho e das Minas (ITM), foram enviadas 3.800 cartas às empresas abrangidas pelas eleições sociais.


Eleições sociais. Resultados parciais confirmam liderança da OGBL
Os resultados definitivos deverão ser conhecidos até final do mês.

No entanto, só 2.964 empresas é que deram resposta favorável.

A ITM sublinha, em comunicado, que vão ser controladas as 836 empresas que não participaram nas eleições, como exige a lei.

Não é de excluir a hipótese de as empresas infratoras acabarem por ser sancionadas ou, mesmo, obrigadas a realizar novas eleições.

Há 140 empresas que ainda não anunciaram os resultados das suas eleições. A Inspeção do Trabalho e das Minas vai inteirar-se das causas desses atrasos.


Notícias relacionadas