Escolha as suas informações

Eleições municipais: Natalie Silva vence em Larochette
A vereadora de origem cabo-verdiana foi a candidata mais votada em Larochette.

Eleições municipais: Natalie Silva vence em Larochette

Foto: Lex Kleren
A vereadora de origem cabo-verdiana foi a candidata mais votada em Larochette.
Luxemburgo 2 min. 08.10.2017

Eleições municipais: Natalie Silva vence em Larochette

Natalie Silva venceu as eleições em Larochette, com 471 votos. Filha de imigrantes cabo-verdianos que chegaram ao Luxemburgo em 1971, a autarca, que era vereadora desde 2011, deverá ser a próxima burgomestre da localidade.

Natalie Silva venceu as eleições municipais em Larochette, a localidade "mais portuguesa do Luxemburgo", com 471 votos, mais 118 que o segundo classificado. Filha de imigrantes cabo-verdianos que chegaram ao Luxemburgo em 1971, a autarca, que era vereadora desde 2011, deverá ser a próxima burgomestre.

Ao Contacto, Natalie Silva disse que tinha acabado de ser informada dos resultados. "Soube há dez minutos. Estou muito feliz e muito honrada que as pessoas tenham confiado em mim e vou fazer o meu melhor para satisfazer as suas aspirações", disse Natalie Silva a este jornal.

Natalie Silva deverá ocupar o cargo de burgomestre deixado vago por Pierre Wies, que não se recandidatou nestas eleições, depois de ter governado a autarquia durante 26 anos. Antes, os eleitos deverão ainda realizar uma reunião, durante esta semana, para formalizar as nomeações para os cargos no executivo camarário.

O único português na lista de 12 candidatos, Alcides José dos Santos Mendes, não foi reeleito. O português candidatava-se pela terceira vez, depois de ter sido um dos primeiros portugueses eleitos no Luxemburgo, em 2005, e de ter sido reeleito em 2011, com 242 votos - um número superior aos portugueses recenseados na localidade. Agora, teve 216 votos, ficando atrás de Eliane Plier, a última dos novos candidatos eleitos em Larochette, com 230 votos.

Natalie Silva lamentou que o português não tenha sido reeleito. "Era alguém que trabalhou muito pelas pessoas da localidade - quando tinham problemas, iam falar com ele -, e espero que possamos continuar a contar com ele pelo menos nas nossas comissões camarárias", disse Natalie Silva ao Contacto.

Larochette, conhecida como "a aldeia mais portuguesa do Luxemburgo", tem 948 habitantes com passaporte português e apenas 877 luxemburgueses. Apesar disso, nos cadernos eleitorais os luxemburgueses estão em maioria, com 669 eleitores, estando inscritos para votar apenas 173 portugueses.

A localidade tem menos de três mil habitantes e não há listas partidárias, sendo as candidaturas apresentadas em nome individual. O que não quer dizer que os candidatos não sejam militantes de partidos políticos, caso de Natalie Silva e do anterior burgomestre, ambos dos cristãos-sociais (CSV).

Antes de ser eleita vereadora em 2011, Natalie Silva já trabalhava como conselheira política do CSV desde 2004. Licenciada em Relações Públicas, em Bruxelas, Natalie Silva nasceu em Ettelbruck, filha de imigrantes cabo-verdianos que chegaram ao Luxemburgo em 1971, vindos de Portugal. Foi antes da independência das ex-colónias, e os pais tinham nacionalidade portuguesa, mas acabariam por obter o passaporte luxemburguês. 

Paula Telo Alves



Notícias relacionadas