Escolha as suas informações

Eleições: Luxemburgo quer mais estrangeiros a votar em outubro
Luxemburgo 21.01.2017

Eleições: Luxemburgo quer mais estrangeiros a votar em outubro

Eleições: Luxemburgo quer mais estrangeiros a votar em outubro

Foto: Serge Waldbillig
Luxemburgo 21.01.2017

Eleições: Luxemburgo quer mais estrangeiros a votar em outubro

O Governo luxemburguês voltou a relançar o seu site icanvote.lu para levar mais cidadãos estrangeiros a votar nas próximas eleições.

Com a aproximação das próximas eleições municipais no Luxemburgo a 8 de outubro de 2017, o Governo luxemburguês relançou de novo o seu site icanvote.lu que já foi usado para as eleições europeias de 2014, para apelar ao voto de cidadãos estrangeiros.  

O site fornece todas as informações relevantes sobre quem pode votar ou como votar.

Os não-luxemburgueses podem participar nas eleições municipais se tiverem, pelo menos, 18 anos de idade no dia da eleição (8 de outubro de 2017), residirem no Luxemburgo há, pelo menos, cinco anos no momento do registo e realizarem o registo eleitoral até 13 de julho de 2017. 

Os imigrantes que adquiriram a cidadania luxemburguesa não têm de se inscrever, uma vez que ficam automaticamente sujeitos a obrigações de voto obrigatórias. 

Os cidadãos que se pretendam inscrever terão que se deslocar à sua comuna de residência e ter consigo um documento de identidade válido (cartão de identificação ou passaporte). Na Comuna será necessário preencher um formulário e provar que a pessoa viveu no Luxemburgo nos últimos cinco anos. 

Os cidadãos da UE que residem no Luxemburgo têm o direito de votar nas eleições municipais do Luxemburgo desde 1999. O mesmo direito foi concedido a todos os não-luxemburgueses em 2003. 

Em 2011, 17% dos estrangeiros usaram o seu direito de voto.   

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

EDITORIAL: Até 13 de julho
Os estrangeiros que residem no Luxemburgo têm o direito de votar nas autárquicas do próximo mês de outubro. Mas, para isso, primeiro têm que inscrever-se nos cadernos eleitorais. Até 13 de julho.
Porta-voz da CCPL: Vitória esmagadora do “Não” revela “tensões latentes” entre luxemburgueses e estrangeiros
O “Não” ao direito de voto dos imigrantes nas eleições legislativas venceu de forma esmagadora o referendo no Luxemburgo, com 78% dos votos, frustrando as aspirações de muitos portugueses no país, que representam 16% da população. Para representantes da comunidade portuguesa no Luxemburgo, os resultados confirmam que há “tensões latentes” entre luxemburgueses e estrangeiros.
O lema do Luxemburgo é “Queremos continuar a ser aquilo que somos”. No 
domingo, a esmagadora maioria dos luxemburgueses votaram contra a mudança
OPINIÃO: Caros Luxemburgueses,
EDITORIAL, POR JOSÉ LUÍS CORREIA - Caros Luxemburgueses, o debate em torno do direito de voto dos estrangeiros nas legislativas, a referendar no domingo, tem incendiado a opinião pública nos últimos meses, como há muito não acontecia.
15.5. LuxVille / Plakate Referendum Foto: Guy Jallay