Escolha as suas informações

Eleições: Jerónimo de Sousa diz que não haverá maioria absoluta
Luxemburgo 13.09.2015 Do nosso arquivo online

Eleições: Jerónimo de Sousa diz que não haverá maioria absoluta

O secretário- geral do PCP, Jerónimo de Sousa, discursa durante o comicio no pavilhão "Paz e Amizade"

Eleições: Jerónimo de Sousa diz que não haverá maioria absoluta

O secretário- geral do PCP, Jerónimo de Sousa, discursa durante o comicio no pavilhão "Paz e Amizade"
LUSA
Luxemburgo 13.09.2015 Do nosso arquivo online

Eleições: Jerónimo de Sousa diz que não haverá maioria absoluta

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, vaticinou hoje que nas próximas legislativas "não haverá maiorias absolutas para ninguém", tendo apelado ao voto dos eleitores que em outras eleições votaram noutros partidos.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, vaticinou hoje que nas próximas legislativas "não haverá maiorias absolutas para ninguém", tendo apelado ao voto dos eleitores que em outras eleições votaram noutros partidos.

"Eles [PS, PSD e CDS] pedem, mas sabem que não há maiorias absolutas para ninguém", vincou Jerónimo de Sousa num comício da Coligação Democrática Unitária (CDU, que junta PCP e PEV) em Loures.

Jerónimo de Sousa considerou também que "o país não lhes vai fazer a vontade, nem a eles, nem a Cavaco Silva e às suas manobras e pressões para que a política de exploração e empobrecimento prossiga, seja pela mão de PSD/CDS, seja pelo PS".

Admitindo partir para a batalha de dia 4 de Outubro "com uma grande confiança na possibilidade de continuar o caminho de reforço da CDU com mais votos e mais deputados", o líder da CDU apelou ao voto e pediu confiança àqueles que votaram noutros partidos noutras eleições.


Notícias relacionadas

Açores: PS repete maioria absoluta
A projeção à boca das urnas realizada hoje pela Universidade Católica para a RTP indica que o PS repete a maioria absoluta nas regionais dos Açores, obtendo entre 50 a 55% dos votos.