Escolha as suas informações

Educação: Ensino da língua portuguesa vai dominar “Diálogo com a Comunidade” no Luxemburgo
Luxemburgo 03.03.2017

Educação: Ensino da língua portuguesa vai dominar “Diálogo com a Comunidade” no Luxemburgo

O Secretário das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro

Educação: Ensino da língua portuguesa vai dominar “Diálogo com a Comunidade” no Luxemburgo

O Secretário das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro
Foto: Lusa
Luxemburgo 03.03.2017

Educação: Ensino da língua portuguesa vai dominar “Diálogo com a Comunidade” no Luxemburgo

O ensino da língua portuguesa será o tema principal do próximo “Diálogos com a Comunidade” que terá lugar no Luxemburgo, em data ainda a definir, segundo o Secretário das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O ensino da língua portuguesa será o tema principal do próximo “Diálogos com a Comunidade” que terá lugar no Luxemburgo, em data ainda a definir, segundo o Secretário das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O anunciado encerramento das aulas integradas de português, em Esch-sur-Alzette, no Luxemburgo, deverá assim dominar o encontro, incluído na iniciativa do Estado português que visa melhorar as relações entre Portugal e as suas comunidades espalhadas pelo mundo.

“O Governo do Luxemburgo já transmitiu ao Governo português que não haverá alterações até existir uma solução alternativa, sólida e de confiança para garantir uma transição que seja favorável às famílias, às crianças, aos adolescentes e jovens portugueses que temos no Luxemburgo”, afirmou, à RDP Internacional, José Luís Carneiro.

“O próprio ministro dos Negócios Estrangeiros [Augusto Santos Silva] tem estado profundamente empenhado no diálogo, quer com o seu homólogo luxemburguês [Jean Asselborn] quer com o ministro da Educação [Claude Meisch]. O Instituto Camões e o ministério da Educação [português] têm estado a acompanhar esta matéria que e de grande sensibilidade”, revelou ainda o Secretário das Comunidades Portuguesas.

Esta sexta-feira, delegações do Ministério da Educação de Portugal e do Luxemburgo reuniram em Lisboa, naquele que foi o terceiro encontro entre ambas as partes para encontrar uma solução que ‘trave’ o fim das aulas integradas em português, em Esch-sur-Alzette. Uma situação delicada que afetará 550 alunos já a partir de setembro.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas