Escolha as suas informações

É oficial. Recolher obrigatório às 21h e tudo encerrado à exceção das lojas de bens essenciais
Luxemburgo 21.12.2020

É oficial. Recolher obrigatório às 21h e tudo encerrado à exceção das lojas de bens essenciais

É oficial. Recolher obrigatório às 21h e tudo encerrado à exceção das lojas de bens essenciais

Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 21.12.2020

É oficial. Recolher obrigatório às 21h e tudo encerrado à exceção das lojas de bens essenciais

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Confinamento mais duro e recolher obrigatório a partir das 21h00, a entrar em vigor no dia 26 de dezembro.

Confinamento mais duro e recolher obrigatório a partir das 21h00, a entrar em vigor no dia 26 de dezembro. Xavier Bettel acabou de confirmar a adoção de medidas mais duras para baixar as infeções no Luxemburgo que ainda são elevadas e sobrecarregam os hospitais, a seguir ao Natal. 

Como já havia sido avançado, as lojas de bens não essenciais poderão encerrar, ficando apenas abertas as lojas de alimentos e farmácias. Tudo o resto, incluindo salões de cabeleireiro deverão voltar a fechar as portas a partir de 26.

As escolas ficam encerradas depois das férias entre 4 janeiro e 10 janeiro. Os pais que têm de ficar com os filhos terão direito a licença por razões familiares.


Xavier Bettel e Paulette Lenert
Vacinação começa dia 28 dezembro para pessoas prioritárias
O primeiro-ministro anunciou que a vacina da Pfizer foi autorizada esta segunda-feira. Primeiro, os profissionais de saúde e, logo em seguida, os idosos.

Os números têm de baixar para que os hospitais deixem de estar sobrecarregados e podem ter margem de manobra, para o caso de haver aumento súbito dos números.


Trabalho e Lazer

A regra continua a ser o teletrabalho. Os empregados que não possam realizar o trabalho em casa, vão ser abrangidos por novas medidas.

A família e o local de trabalho são dois locais de grande contágio, relembra a ministra da Saúde Paulette Lenert. O recolher obrigatório está a ter efeito com menos infeções. Com esta medida há menos interações entre as pessoas, diz. 

As visitas ao domicílio mantém-se muito restritas, uma a duas pessoas em simultâneo. A exceção são os casos de pessoas isoladas que possam ir para casa dos familiares e pessoas que sofram de solidão durante estas festas, podem ter companhia em casa, ou ir para os familiares.  

Todos os eventos desportivos à exceção das atividades físicas sozinhas estão proibidos.  

Em meados de janeiro, será feita a avaliação da situação do Luxemburgo para ver se estas medidas podem ser aliviadas.    

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Famílias sem consoada no Luxemburgo
O primeiro-ministro afirmou esta tarde que o confinamento parcial vai durar até pelo menos 15 de janeiro. Não haverá relaxamento das medidas no Natal e Ano Novo.
IPO,Conseil de Gouvernement. Xavier Bettel & Paulette Lenert.Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort