Escolha as suas informações

É oficial. Kersch e Schneider saem do Governo e Paulette Lenert será vice-PM
Luxemburgo 30.11.2021
Remodelação governamental

É oficial. Kersch e Schneider saem do Governo e Paulette Lenert será vice-PM

Remodelação governamental

É oficial. Kersch e Schneider saem do Governo e Paulette Lenert será vice-PM

Foto: Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 30.11.2021
Remodelação governamental

É oficial. Kersch e Schneider saem do Governo e Paulette Lenert será vice-PM

Redação
Redação
Os ministros Dan Kersch e Romain Schneider confirmaram oficialmente a sua renúncia e serão substituídos por Claude Haagen e Georges Engel.

Os ministros Dan Kersch e Romain Schneider confirmaram oficialmente a sua renúncia e serão substituídos por Claude Haagen e Georges Engel.

Para Romain Schneider, que ocupou os cargos de Ministro da Agricultura, Viticultura e Desenvolvimento Rural e Ministro da Segurança Social, recorda a RTL, a decisão marca o fim de 12 anos de carreira governamental à medida que se aproxima da reforma. 

Schneider disse que os últimos meses, em particular, foram incrivelmente difíceis e que ele decidiu optar por cuidar da própria saúde. Dan Kersch, vice-primeiro-ministro e ministro do Trabalho e Desportos, continuará a parlamentar. Será substituído por Georges Engel.

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, substituirá Kersch como vice-primeira-ministra. O conselho geral do LSAP votará nas propostas dentro de oito dias. 

Entretanto, há mais mexidas: o autarca de Diekirch e MP Claude Haagen subirão na lista para substituir Romain Schneider. Carlo Weber também integrará a Câmara dos Deputados, enquanto Yves Cruchten dev vir a tornar-se o novo presidente do partido no Governo do Luxemburgo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O primeiro-ministro luxemburguês é o único dos principais políticos que sobe nos índices de popularidade. De acordo com a mais recente sondagem Politmonitor, Xavier Bettel chega mesmo a ultrapassar o líder da oposição, Claude Wiseler.
Xavier Bettel