Escolha as suas informações

Doze alunos do ensino fundamental recusaram usar máscara durante as aulas
Luxemburgo 03.03.2021

Doze alunos do ensino fundamental recusaram usar máscara durante as aulas

Doze alunos do ensino fundamental recusaram usar máscara durante as aulas

Foto: Pierre Matgé/Luxemburger Wort
Luxemburgo 03.03.2021

Doze alunos do ensino fundamental recusaram usar máscara durante as aulas

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Ministério da Educação desvalorizou os números.

O Ministério da Educação confirmou que 12 alunos do ensino fundamental que recusaram usar máscara de proteção contra a covid-19 durante as aulas. A tutela acrescenta que não há até à data conhecimento de casos semelhantes noutros níveis de ensino. A informação aparece na resposta a uma questão parlamentar dos deputados do Partido Cristão-Social (CSV) Martine Hansen e Jean-Paul Schaaf. 

Esta semana o maior partido da oposição já tinha criticado a gestão do Executivo da crise sanitária das escolas, considerando que deviam ser adotadas mais medidas restritivas nestes estabelecimentos.   

O uso de máscara a partir dos seis anos de idade nas salas de aulas foi uma das novas medidas introduzidas no ensino fundamental após as férias de Carnaval. As novas variantes e o novo aumento de casos estiveram na base da decisão da tutela.

Claude Meisch desvaloriza no entanto o caso, acrescentando que 12 alunos num universo de 52 mil que frequentam o ensino fundamental público é um número muito reduzido. Na resposta Meisch denota também que a informação é um fator importante para a aceitação da máscara tanto pelos alunos como pelos pais. É preciso explicar a importância desta proteção para limitar a propagação da covid-19 nos estabelecimentos e assim conseguir manter as escolas abertas, considera o ministro.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

CSV quer medidas mais restritivas nas escolas o quanto antes
O principal partido da oposição considera que o plano do Ministério da Educação para o caso de cadeias de infeção nos estabelecimentos escolares deve ser imediatamente ativado para evitar um descontrolo da situação nestes estabelecimentos.