Escolha as suas informações

Dois mortos na explosão do paiol de munições de Waldhof

Dois mortos na explosão do paiol de munições de Waldhof

Luxemburgo 14.02.2019

Dois mortos na explosão do paiol de munições de Waldhof

Manuela Pereira
A explosão ocorrida esta manhã no paiol de munições de Waldhof causou a morte a dois suboficiais. Há dois feridos, um deles em estado grave.

(Notícia atualizada às 17:15.)

A explosão foi registada cerca das 10:30 "no interior do depósito do campo militar de Waldhof", avança o Ministério Público, em comunicado. 

Nessa altura, encontravam-se "quatro pessoas no interior do armazém" e  estavam, segundo a mesma fonte, a "manipular um obus de artilharia". 

O Ministério Público não revela a identidade das vítimas desta explosão. Sabe-se, apenas, que dois suboficiais morreram no local do acidente e que outros dois foram transportados para o hospital, um dos quais sofreu ferimentos graves, estando em “estado crítico”.

O governo luxemburguês já enviou as condolências às famílias das vítimas. Em visita a Madrid, Xavier Bettel mostrou-se solidário com as famílias e afirmou que este incidente serve para relembrar "os perigos a que os soldados estão sujeitos diariamente nas missões em defesa do seu país". 

Entretanto, o Ministério Público abriu uma investigação ao incidente, tendo enviado dois magistrados para o local.

O último acidente mortal no paiol de Waldhof remonta a 5 de dezembro de 2012. Nesse dia, um soldado, de 22 anos, foi mortalmente atingido a tiro por um outro militar, que em 2015 foi condenado a dois anos de prisão, dos quais 12 meses com pena suspensa, por homicídio involuntário. O tribunal considerou que as regras básicas de segurança não foram respeitadas.


Notícias relacionadas