Escolha as suas informações

Differdange quer reduzir o uso de plástico

Differdange quer reduzir o uso de plástico

Luxemburgo 05.02.2019

Differdange quer reduzir o uso de plástico

O município pediu às associações para acabarem com os pratos e utensílios descartáveis.

O Luxemburgo continua a gerar mais lixo per capita do que a média dos países da União Europeia (UE). Em 2017, o país produziu 607 kg de lixo municipal por pessoa, mais 120 do que a média dos países do bloco comunitário. Alguns municípios não quiseram esperarar pela ação do governo, como é o caso de Differdange, que se quer tornar "um exemplo" a seguir.


UE chega a acordo para proibir produtos como cotonetes e palhinhas de plástico
A União Europeia (UE) chegou hoje de madrugada, em Bruxelas, a um acordo para a futura proibição a partir de 2021 de alguns plásticos de utilização única como cotonetes, palhinhas e talheres de plástico para reduzir a poluição marítima.

Num comunicado divulgado esta segunda-feira, o município recorda uma das medidas aprovadas por unanimidade pelo conselho municipal, em novembro de 2018, para não "usar mais plástico em eventos públicos, ou seja, não usar mais utensílios ou pratos descartáveis"​. Uma proibição que também se aplica a eventos organizados por outras associações ou grupos em Differdange. Como alternativa, o município sugere o uso de materiais ecológicos, como é o caso do papel ou bambu.


Sacos de plástico gratuitos acabam na segunda-feira
Os sacos de plásticos gratuitos têm os dias contados no Luxemburgo.

Está agendada para esta quinta-feira, 7 de fevereiro, uma reunião de esclarecimento para as associações, às 19 horas, no bar do Estádio Municipal (Oberkorn Sport Park). Depois das associações, "o próximo passo será consciencializar e incluir as escolas de Differdange na nossa iniciativa", alerta o município.


Notícias relacionadas