Escolha as suas informações

Dia do Trabalhador. OGBL fez-se ouvir pelas ruas do Luxemburgo
Luxemburgo 9 02.05.2021

Dia do Trabalhador. OGBL fez-se ouvir pelas ruas do Luxemburgo

Dia do Trabalhador. OGBL fez-se ouvir pelas ruas do Luxemburgo

Foto: Luc Deflorenne
Luxemburgo 9 02.05.2021

Dia do Trabalhador. OGBL fez-se ouvir pelas ruas do Luxemburgo

Redação
Redação
Quase mil sindicalistas participaram de uma passeata de protesto em Minette. A presidente da OGBL, Nora Back, alertou sobre uma crise social.

"De volta às raízes" foi o lema da manhã de sábado, dia 1, da OGBL. Pela primeira vez desde 1991, o maior sindicato do país organizou o comício no dia 1º de maio no reduto dos trabalhadores de Esch/Alzette. 

Em 2020 tinha sido celebrada a data apenas online mas, desta vez, o sindicato quis ir para a rua, ainda que não tenha sido possível replicar a marcha da Place de la Résistance, que acontece há anos.  

A presidente do OGBL, Nora Back, disse no seu discurso que "os trabalhadores não vão pagar por esta crise", assegurando que uma recuperação económica só pode ocorrer com base num estado de bem-estar social intacto. Isso requer uma política de investimento público e um fortalecimento do poder de compra das rendas baixa e média, disse a presidente. 

 É também necessário mais investimento no setor de saúde. Mesmo antes da pandemia a saúde dos pacientes foi comprometida por uma política de austeridade. "O verdadeiro escândalo é que mesmo um ano após o início da pandemia, ainda não recebemos um 'Mea Culpa' dos líderes políticos", criticou Back. As tendências de privatização devem ser eliminadas.   

A presidente da OGBL falou ainda sobre o poder de compra das famílias de renda média e baixa, que precisa ser aumentado e estabilizado para garantir um mercado forte. Além disso, defendeu o aumento do salário mínimo e da aposentadoria.

Finalmente, a presidente do OBGL abordou a situação na indústria de manufatura, criticando que a pandemia está, cada vez mais, a ser usada usada como desculpa para cortar empregos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.