Escolha as suas informações

Detetados nove casos positivos em 6.777 testes no regresso das férias coletivas
Luxemburgo 17.09.2020

Detetados nove casos positivos em 6.777 testes no regresso das férias coletivas

Detetados nove casos positivos em 6.777 testes no regresso das férias coletivas

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 17.09.2020

Detetados nove casos positivos em 6.777 testes no regresso das férias coletivas

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Nos setores da construção civil e nas limpezas o resultado é "tranquilizador", com uma taxa de infeção de 0,13%, inferior às de abril e maio, realça o Ministério da Saúde.

Depois do fim das férias coletivas foram detetados nove casos positivos de covid-19 entre 6.777 testes efetuados em trabalhadores dos setores da construção civil e das limpezas. 

Segundo o relatório preliminar divulgado hoje pelo Ministério da Saúde, sobre a campanha "fim das férias coletivas", o resultado é "tranquilizador" nestes dois setores, com uma taxa de infeção de 0,13%, inferior às taxas identificadas em abril e maio.


"Eu, escravo"
Eram pedreiros, estavam desempregados, um deles tem 63 anos. Responderam há semanas a um anúncio de jornal em Portugal que lhes prometia casa, comida e descontos no Luxemburgo. Apareceram no centro de Esch esta semana, dizendo que tinham fugido. E contaram isto.

Ao todo, 33.599 pessoas destes dois setores (cerca de metade do total dos trabalhadores) foram convidadas a efetuar testes depois do regresso das férias coletivas, mas apenas 6.777 trabalhadores fizeram o exame, entre 17 de agosto e 3 de setembro. 

Além dos testes da campanha "fim das férias coletivas", no mesmo período, foram feitos ainda 4.324 exames de diagnóstico e de férias entre os trabalhadores da construção e das limpezas, com uma taxa de infeção de 2,26%.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas