Escolha as suas informações

Deputados questionam estratégia de vacinação do Governo
Luxemburgo 09.12.2020 Do nosso arquivo online

Deputados questionam estratégia de vacinação do Governo

Deputados questionam estratégia de vacinação do Governo

Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Luxemburgo 09.12.2020 Do nosso arquivo online

Deputados questionam estratégia de vacinação do Governo

Susy MARTINS
Susy MARTINS
No geral, os deputados da Comissão parlamentar da Saúde acolheram de forma positiva a estratégia de vacinação proposta pelo Governo, mas várias questões continuam por esclarecer.

Os deputados questionam-se sobretudo sobre a campanha de informação, as formações especificas para o pessoal da saúde que vai injetar as vacinas ou ainda a população prioritária para a vacinação contra a covid-19. 

Para Jean-Marie Halsdorf, do partido cristão-social (CSV), ainda há perguntas às quais é preciso responder, como por exemplo se as pessoas que já tiveram covid-19 têm de tomar a vacina. Jean-Marie Halsdorf vincou, no entanto, que o vírus é mais perigoso que os possíveis efeitos secundários da vacina.

Para Marc Baum, do partido déi Lénk, não há 100% de garantias sobre a eficácia das vacinas que vão estar no mercado, mas acredita que é a vacinação é essencial para se poder continuar a viver mais normalmente a médio prazo. 

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, sublinhou que a vacina não é a solução imediata ao problema da pandemia e que nos próximos meses vai ser necessário continuar a ser vigilante e a respeitar os gestos barreira, como o uso da máscara ou o distanciamento físico. 


Vacina covid-19. Governo com "total confiança" na Agência Europeia do Medicamento
Vacina não será obrigatória no Luxemburgo, mas o Executivo espera que os cidadãos confiem no medicamento e se vacinem.

Lenert acrescentou ainda que a vacina faz aumentar a esperança de ver finalmente o fim da pandemia, mas reconheceu que o caminho ainda é longo para chegar a essa realidade. Uma opinião partilhada pelos deputados que sublinharam a importância de uma comunicação clara por parte do Governo sobre a estratégia de vacinação.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas