Escolha as suas informações

Deputado Eugène Berger morre aos 59 anos
Luxemburgo 21.01.2020

Deputado Eugène Berger morre aos 59 anos

Deputado Eugène Berger morre aos 59 anos

Foto: Pierre Matgé
Luxemburgo 21.01.2020

Deputado Eugène Berger morre aos 59 anos

O deputado luxemburguês estava internado nos cuidados intensivos há cinco dias. Tinha dois filhos.

A Câmara dos Deputados anunciou na tarde desta terça-feira a morte do deputado luxemburguês do DP, Eugène Berger, aos 59 anos.

A sua morte foi anunciada cinco dias após o líder da bancada parlamentar ter sido hospitalizado de urgência nos cuidados intensivos, no dia 16 de janeiro, com graves problemas de saúde.

Em comunicado, o DP lamentou a morte do deputado, a quem se referiu como uma "pessoa dedicada e calorosa, que trabalha há muitos anos para o bem-estar de seu povo". 

Eugène Berger nasceu em Bettemburgo a 4 de dezembro de 1960, e foi eleito pela primeira vez para o Parlamento pelos Liberais em 1994. Professor e político, tornou-se o primeiro luxemburguês a chegar ao topo do Monte Evereste, a montanha mais alta do mundo, a 1 de outubro de 1992, recebendo o título de "Desportista do Ano". 

Foi eleito pela primeira vez para a Câmara dos Deputados em 1994. Após as eleições de 1999, em que o DP e CSV formaram uma coligação governamental, Berger mudou-se da Câmara para o Governo luxemburguês. Foi secretário de Estado no Ministério do Ambiente até 2004.

A morte de Eugène Berger ocorre num contexto político difícil, marcado pelo ataque cardíaco de Félix Braz (Déi Gréng) e pela demissão de Étienne Schneider (LSAP), que levaram à implementação a remodelações no Ministério desde dezembro de 2018 e a um grande jogo de cadeiras por parte do Governo.


Notícias relacionadas