Escolha as suas informações

Dados da pastoral familiar luxemburguesa: Portugueses são dos que mais casam no Grão-Ducado
Luxemburgo 15.02.2015 Do nosso arquivo online

Dados da pastoral familiar luxemburguesa: Portugueses são dos que mais casam no Grão-Ducado

Dados da pastoral familiar luxemburguesa: Portugueses são dos que mais casam no Grão-Ducado

Foto: Patrícia Marques
Luxemburgo 15.02.2015 Do nosso arquivo online

Dados da pastoral familiar luxemburguesa: Portugueses são dos que mais casam no Grão-Ducado

Os portugueses são a segunda comunidade no Gão-ducado com mais casamentos religiosos, superados apenas pelos luxemburgueses. A confirmação foi feita ao CONTACTO pela pastoral familiar luxemburguesa, à margem da apresentação dos cursos de preparação para o matrimónio religioso, agora também disponíveis na língua portuguesa.

Os portugueses são a segunda comunidade no Gão-ducado com mais casamentos religiosos, superados apenas pelos luxemburgueses. A confirmação foi feita ao CONTACTO pela pastoral familiar luxemburguesa, à margem da apresentação dos cursos de preparação para o matrimónio religioso, agora também disponíveis na língua portuguesa.

A preparação para o casamento religioso existe há mais de 25 anos no Grão-Ducado e actualmente já é possível frequentar a formação de preparação para o matrimónio também em língua portuguesa.

Os cursos são ministrados em todo o país com o apoio de uma centena de voluntários de várias nacionalidades, incluindo oito portugueses, associados à missão católica luxemburguesa FAPA (Família pastoral luxemburguesa).  

Pode ler o artigo na integra na edição desta quarta-feira.

Patrícia Marques


Notícias relacionadas

A menina luxemburguesa que pediu para aprender português
Chama-se Maria e fala português desde menina, mas é luxemburguesa dos quatro costados. Maria Hoffmann aprendeu português em criança, em Larochette, nos anos 1970. A menina luxemburguesa pediu para frequentar um dos primeiros cursos de língua portuguesa organizados para imigrantes.
ITW Maria Hoffmann - Photo : Pierre Matgé