Escolha as suas informações

Cruz Vermelha realça "papel determinante" na pandemia
Luxemburgo 30.07.2020

Cruz Vermelha realça "papel determinante" na pandemia

Cruz Vermelha realça "papel determinante" na pandemia

Photo: Shutterstock
Luxemburgo 30.07.2020

Cruz Vermelha realça "papel determinante" na pandemia

No balanço anual, a Cruz Vermelha destacou o seu papel na gestão da crise da covid-19. Desde março, o Centro de Reabilitação do Castelo de Colpach acolheu 117 pacientes.

A Cruz Vermelha apresentou a sua própria auto-avaliação de 2019 em conferência de imprensa, destacando o papel determinante da instituição na gestão da pandemia no Grão-Ducado. "Ajudar numa situação de crise é a razão de ser da nossa organização", fez questão de sublinhar Michel Simonis, diretor-geral da Cruz Vermelha luxemburguesa. 

Desde março, o Centro de Reabilitação do Castelo de Colpach (CRCC) permitiu acomodar 117 pacientes diagnosticados com a infeção provocada pelo novo coronavírus e outros 700 pacientes durante todo o ano de 2019. De resto, o centro especializado deverá tornar-se num espaço dedicado ao tratamento da doença que está a marcar o ano 2020. 

"Este é o primeiro ano completo de funcionamento do CRCC. O início é promissor e há grandes expectativas tanto de parceiros hospitalares como não hospitalares", nota o Diretor Executivo Jean-Philippe Schmit. 

Mais apoios sociais

Nos últimos meses, a Cruz Vermelha também tem estado envolvida na distribuição de equipamento para os profissionais de saúde. Além disso, fez questão de apoiar os os prestadores de cuidados domiciliários, para que os doentes pudessem continuar a receber cuidados durante a crise. 

Atenta ao aumento de pedidos de ajuda e para fazer face às consequências económicas do confinamento, a instituição luxemburguesa alargou o acesso às suas mercearias sociais e aumentou a sua assistência aos sem-abrigo, em particular através da distribuição de máscaras de proteção. 

Também em matéria de habitação, a Cruz Vermelha destaca "o compromisso da  no domínio da habitação é outra grande área de desenvolvimento em 2019, durante a qual as nossas equipas têm apoiado aqueles que têm dificuldade em encontrar uma habitação decente, quer sejam idosos, famílias monoparentais, jovens sem acesso ao Revis (rendimento de inclusão social, nota editorial) ou pessoas que beneficiam de protecção internacional". 

 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas