Escolha as suas informações

Crédito habitação: Taxa fixa ou variável? Qual a melhor solução para comprar casa.
Luxemburgo 4 min. 09.06.2017

Crédito habitação: Taxa fixa ou variável? Qual a melhor solução para comprar casa.

Luxemburgo 4 min. 09.06.2017

Crédito habitação: Taxa fixa ou variável? Qual a melhor solução para comprar casa.

Esta é a eterna questão, que todos se colocam, no momento de avaliar as soluções de crédito à habitação propostas pelos bancos. Para que possa ter uma visão mais clara vamos analisá-las, uma por uma e ajudá-lo a descobrir as vantagens e inconvenientes de cada uma.


Empréstimo com taxa fixa

Como o próprio nome indica, a taxa fixa é estipulada no momento da assinatura do contrato e não sofrerá alterações durante a totalidade do período de reembolso previsto no contrato.

Quais são as vantagens desta opção?

  • A taxa fixa, oferece-lhe segurança e transparência. O montante das mensalidades a pagar será sempre o mesmo durante todo o período de reembolso do seu empréstimo e sabe logo desde o primeiro dia, qual será o custo total do seu crédito estando também protegido de eventuais más surpresas. Mesmo quando os mercados possam sofrer flutuações importantes, as condições do seu empréstimo não sofrem quaisquer modificações.

A taxa fixa é a solução mais indicada quando as taxas do mercado estão mais baixas e existe o risco de poderem subir nos anos seguintes. Segundo vários analistas esta é a situação atual, com as taxas de juros em níveis mínimos que não poderão ser mantidas infinitamente sendo previsível que venham a subir num futuro muito próximo. Caso este cenário se confirme, quem optou pela taxa fixa irá beneficiar porque o montante total a reembolsar não sofrerá alterações.

Mas quais são os inconvenientes?

  • A taxa fixa penaliza os reembolsos antecipados. Caso decida efetuar o reembolso, total ou parcial, do seu crédito antes do termo previsto. Um aspeto importante a ter em consideração caso, por exemplo, esteja a pensar vender o seu bem antes do final do empréstimo.

  • A taxa fixa é mais elevada. O montante da taxa fixa é mais elevado comparativamente ao da taxa variável.

  • A taxa fixa nunca é a melhor escolha em caso de previsões de descida das taxas de juro num futuro próximo. Se a tendência dos mercados, no momento de assinar o seu empréstimo, é de descida corre o risco de vir a pagar mais juros visto que a taxa acordada manter-se-á até ao fim do contrato saindo assim penalizado.


O Crédito à habitação com taxa variável

O crédito habitação com taxa variável prevê a revisão anual da taxa de juro em função do índice de referência Euribor, a sua mensalidade será revista, em alta ou em baixa, em função da evolução das taxas de juro do mercado.

Quais são as vantagens de optar pela taxa variável?

Com a taxa variável não tem penalizações em caso de reembolso antecipado do empréstimo. Sempre que quiser, poderá reembolsar parcialmente ou totalmente o seu empréstimo antes do prazo final estipulado sem custos nem penalizações suplementares. Tem assim a liberdade total para gerir os seus reembolsos e adaptá-los em função da sua situação financeira.

  • A taxa variável é mais baixa. À partida a taxa variável é sempre mais baixa em relação à taxa fixa.

  • A taxa variável oferece-lhe mais flexibilidade em caso de construção ou renovação. Se pretende construir ou renovar um imóvel, o seu banco disponibiliza-lhe os fundos à medida que vai necessitando deles para avançar com as obras. Desta forma evita pagar juros desnecessários sobre o capital que não está a utilizar.

Quais são os inconvenientes desta solução?

  • A taxa variável apresenta um risco. Como está exposto a uma eventual subida das taxas de referência arrisca-se a um aumento do montante das mensalidades do seu crédito. Mesmo se, hoje em dia, os bancos propõem uma vasta escolha de taxas variáveis com diversos plafons, a subida das taxas de juro pode ter uma repercussão negativa no seu orçamento caso não esteja preparado para fazer face a esta eventualidade.

  • A taxa variável oferece-lhe pouca visibilidade.
    Optar por uma taxa variável é sempre uma escolha especulativa. Não vai conseguir prevêr antecipadamente qual será o montante das suas mensalidades nos anos seguintes nem durante quanto tempo elas se irão manter inalteradas.


Finalmente, qual é a melhor escolha?

É sempre difícil dar uma resposta concreta a esta questão, sem analisar todos os parâmetros ligados à sua situação pessoal e financeira.

Por outras palavras, a taxa fixa é preferível se contrair o seu empréstimo com prazos mais longos (mais de 15 anos) porque lhe oferecerá mais segurança. Se a curto prazo não se prevê uma subida acentuada das taxas, ninguém o consegue prever a longo prazo.

Por outro lado, a taxa variável será sempre a melhor escolha se a flexibilidade for, para si o critério mais importante porque a sua situação financeira e profissional tem tendência a evoluir nos próximos anos (aumento de rendimentos, necessidade de outros financiamentos etc.)

Se não consegue decidir por uma destas duas opções tem sempre uma terceira disponível: a taxa fixa revisível.

Clique aqui para fazer a simulação do seu crédito habitação : https://www.ing.lu/public/prod/pf/per/data_internet/home_credit_simu/

Faça uma simulação das suas capacidades de empréstimo ou o seu pedido de crédito habitação através da aplicação móvel da ING ou em https://www.ing.lu/immo. Se preferir pode visitar qualquer uma das nossas agências onde será atendido em português.


Notícias relacionadas