Escolha as suas informações

'Covid check'. Foi vacinado em Portugal? Vai ter de fazer testes no Luxemburgo, até 1 de julho
Luxemburgo 2 min. 04.06.2021

'Covid check'. Foi vacinado em Portugal? Vai ter de fazer testes no Luxemburgo, até 1 de julho

'Covid check'. Foi vacinado em Portugal? Vai ter de fazer testes no Luxemburgo, até 1 de julho

Photo : dpa
Luxemburgo 2 min. 04.06.2021

'Covid check'. Foi vacinado em Portugal? Vai ter de fazer testes no Luxemburgo, até 1 de julho

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Mesmo com o certificado de vacinação português, os imigrantes portugueses no Luxemburgo vão ter de continuar a realizar os testes para o 'covid check', em vigor a partir de 13 de junho. O certificado português só será válido a 1 de julho.

O covid check, o certificado 3G “vacinados, testados ou recuperados” que irá permitir aos residentes, com uma destas três condições, aceder mais facilmente aos locais e atividades diversas, como o interior da restauração, ou concertos e eventos desportivos, entra em vigor no próximo dia 13 de junho.

Contudo, até ao dia 1 de julho, apenas os certificados de vacinação emitidos no Luxemburgo são válidos para o covid check, declarou ao Contacto a assessoria do Ministério da Saúde.

Isto significa que os residentes portugueses no Grão-Ducado que tenham sido vacinados em Portugal (recebido as duas doses da vacina) e possuem o seu certificado de vacinação português, vão mesmo assim, ter de continuar a realizar os testes de rastreio, o PCR ou o teste antigénico, para que o resultado negativo conste no seu covid check, e possam ter os seus direitos. Mesmo vacinados é o que terão de fazer desde que este certificado entra em vigor  e até ao dia 1 de julho, confirmou a fonte do Ministério de Paulette Lenert.

É que “entre 13 de junho e 1 de julho”, data em que entra, então em vigor, o "Certificado Digital Covid na UE" (o ‘covid check da União Europeia'), os certificados de vacinação estrangeiros, mesmo de países da União Europeia, não são aceites no Luxemburgo.

 “O sistema de verificação covid será aplicável apenas para os certificados nacionais”, declarou ao Contacto a assessoria do Ministério da Saúde.


'Covid check'. O que é, quem o pode utilizar, e onde
Código QR anunciado ontem pelo primeiro-ministro vai ditar o regresso a uma vida mais normal aos residentes do Grão-Ducado. Saiba o que é, para que serve, quem o pode utilizar, e onde.

Testes negativos

“O principal objetivo do ‘Certificado Digital Covid da UE’ é facilitar a livre e segura circulação dos cidadãos na UE durante a pandemia da covid-19. O certificado será introduzido nos Estados-Membros da UE a 1 de julho, com um período de transição de 6 semanas. Os países já podem começar a emiti-lo e a utilizá-lo, o que será o caso do Grão-Ducado a partir de 13 de junho, através do COVIDcheck.lu”, começou por explicar o ministério de Paulette Lenert.

 “Para os residentes que tenham sido vacinados noutro Estado-membro, será gradualmente instaurado um procedimento para obter um certificado de vacinação (EU DCC). Os pormenores deste procedimento ainda têm de ser postos em prática. Entretanto, as pessoas em causa terão ainda de apresentar um teste negativo”, justificou.


'Covid check'. Adeus máscaras! Saiba onde pode estar sem restrições, a partir de 13 junho
Vai haver locais e eventos exclusivos 'Covid check', onde todos podem sentar-se, dançar e conviver livremente, sem máscaras ou distanciamento, até um máximo de 300 pessoas.

 O covid check

O covid check comprova uma das três condições: que a pessoa já está vacinada contra a covid – mediante apresentação do certificado de vacinação; ou foi infetada e está imune, mediante apresentação dos testes de rastreio; ou foi testada e não está infetada, mediante apresentação de teste PCR válido por 72 horas, teste antigénico certificado, válido por 48 horas, ambos com resultados negativos. Este certificado digital nacional que será depois alargado a nível europeu, possui um código QR pessoal e intransmissível que não pode ser falsificado. O covid check pode ser mostrado através de uma aplicação para smartphone ou em papel impresso. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas