Escolha as suas informações

Covid-19. Será que hoje são decididas medidas mais duras?
Luxemburgo 2 min. 05.11.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Será que hoje são decididas medidas mais duras?

Covid-19. Será que hoje são decididas medidas mais duras?

Foto: Chris Karaba
Luxemburgo 2 min. 05.11.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Será que hoje são decididas medidas mais duras?

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Sexta-feira é dia de conselho de governo. Os números de quinta-feira foram muito altos. O primeiro-ministro tinha prometido agir.

O primeiro-ministro Xavier Bettel e a Ministra da Saúde Paulette Lenert deixaram bem claro que se as infeções continuassem a subir continuamente no país o governo iria endurecer as medidas. Hoje de manhã há reunião de Governo e perante os números de ontem e dos que se têm registado desde o dia 1 de novembro, poderão ser decididas medidas mais duras. Se não for amanhã, deverá ser no fim de semana, que os governantes irão falar ao país.

Para o primeiro-ministro Xavier Bettel esta semana foi o “momento da verdade” sobre o qual ele iria falar no final. Ontem manhã, perante o aumento das hospitalizações Paulete Lenert admitiu que a ativação da fase 4 do plano de contingência hospitalar estava iminente. Isto antes de serem conhecidas as infeções e óbitos registadas quarta-feira.


Luxemburgo. Mais 6 mortes e 803 novas infeções
O número de doentes nos cuidados intensivos subiu esta quinta-feira para 36 internados, nos restantes serviços encontram-se 193 doentes. A fase 4 do plano de contingência hospitalar pode ser acionada e amanhã o conselho do governo pode tomar decisões.

Regras mais musculadas

Aos microfones da rádio 100,7 em dias diferentes, ambos os governantes declararam que “novas medidas estão a ser preparadas” e prontas a entrar em ação caso seja necessário.

Ontem, a Ministra da Saúde frisou que a situação “estabilizou, mas não chega, os números têm de descer”. Quinta-feira à tarde, chegou o balanço de quarta-feira: em 24 horas, mais 6 mortes e 803 casos de infeção.

Desde o dia 1 de novembro a epidemia já causou 13 mortes no país, e infetou 3215 pessoas, em apenas cinco dias.

Na entrevista à rádio 100,7 Paulete Lenert declarou que a situação continua alarmante, embora as medidas tomadas tenham dado resultado, se não tivessem sido adotadas, os números seriam “dramáticos”.

E confirmou: "O governo está de fato a preparar novas medidas" devido à situação sanitária no país, qualificada como "extremamente crítica".


Escolas. Ministro admite atrasos na realização dos testes covid-19 aos alunos
O atraso no envio da ordem para o teste é uma das maiores preocupações, bem como o funcionamento das classes devido ao isolamento e quarentena de alunos e professores, admite Claude Meisch.

Adiamento cirurgias programadas

Neste momento, encontram-se 193 pessoas hospitalizadas com covid-19 em serviços normais e 36 nas unidades de cuidados intensivos (UCI). Estes doentes representam 36% das camas das (UCI), do país, já que existe um máximo de 100 leitos nestas unidades, segundo o Wort francês. E um máximo de 264 camas nos cuidados normais.

No passado domingo, em entrevista à radio 100,7 Xavier Bettel adiantou que se os valores da epidemia continuassem a aumentar e a sobrecarregar os hospitais “poderiam ser tomadas medidas adicionais”, mais restritivas.

A ativação da fase 4 do plano hospitalar deverá ser anunciada, e isso significa que as consultas e cirurgias programadas irão ser adiadas e as camas para doentes covid-19 reforçadas. O encerramento de serviços hospitalares não urgentes permite o reforço médico, de enfermagem e de outros profissionais para as equipas covid-19. Além de que a ministra da saúde já disse que se iria voltar a recorrer às candidaturas de médicos e estudantes de medicina que foras do serviço público que foram feitas na primeira vaga.


Está infetado(a)? Pode ir trabalhar passados 10 dias e sem fazer o teste
Se está infetado com a covid-19 após cumprir o período de isolamento de dez dias pode ir trabalhar sem ter de fazer um novo teste de diagnóstico.

 Textos legislativos preparados

O primeiro-ministro avançou que já estavam a ser preparados os textos legislativos para serem aprovados rapidamente para entrarem em vigor de modo a poder combater o mais cedo possível a progressão contínua da covid-19 no país.

Também a nível das escolas, deverá ser encontrada uma solução para uma maior celeridade na realização dos testes covid-19 aos alunos, onde atualmente existe um atraso, na entrega da ordem para serem feitos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O número de doentes nos cuidados intensivos subiu esta quinta-feira para 36 internados, nos restantes serviços encontram-se 193 doentes. A fase 4 do plano de contingência hospitalar pode ser acionada e amanhã o conselho do governo pode tomar decisões.