Escolha as suas informações

Covid-19. Reunião de alunos por turma só depois dos testes pede RNP
Luxemburgo 21.06.2020

Covid-19. Reunião de alunos por turma só depois dos testes pede RNP

Covid-19. Reunião de alunos por turma só depois dos testes pede RNP

Guy Wolff
Luxemburgo 21.06.2020

Covid-19. Reunião de alunos por turma só depois dos testes pede RNP

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A Representação Nacional dos Pais do Luxemburgo (RPN) defende ser mais benéfico o fim da divisão de turmas acontecer após as provas de avaliação, nos últimos dias de aulas. Para evitar nova reorganização escolar.

A Representação Nacional dos Pais do Luxemburgo (RPN) não está contra o fim da divisão das turmas, a partir do dia 29 de junho, anunciada pelo Ministro da Educação.

Só pede ao Governo é que o regresso de todos os alunos à mesma turma se faça apenas no final dos testes, nos últimos dias de aulas, declara ao Contacto, Alain Massen, presidente da RPN.

É que acabar com a divisão das turmas, a partir de dia 29 de junho, traz dois problemas, no entender dos representantes dos pais.


Covid-19. Sindicato professores contra reunião de alunos por turmas
Em turmas até 30 alunos será mais difícil respeitar as medidas de segurança, defende o presidente da seção de ensino da CGFP que lamenta a decisão do ministro em acabar com a divisão das classes.

Calendários dos testes organizados

“Os calendários dos testes já estão organizados, com datas distintas, por exemplo, o grupo A realiza as provas, durante uma semana e o grupo B, na semana seguinte. Com o regresso a um único grupo estas datas terão de ser reorganizadas”, defende Alain Massen.

Por outro lado, este representante dos pais realça que “alguns alunos têm beneficiado das aulas lecionadas num grupo mais pequeno, porque assim o professor pode supervisioná-los melhor, concentrar-se mais neles o que lhes permite trabalhar de forma mais intensiva”.

Reencontro de alunos para a despedida

Por estas razões, a RPN considera ser mais positivo e benéfico para os alunos das escolas do Luxemburgo se o fim da divisão das turmas acontecer apenas nos últimos dias de aulas, após terminaram as avaliações.


Ministro da Educação anuncia que turmas voltam a estar juntas a partir de 29 de junho
A medida será implementada a partir de 29 de junho e até ao final do ano letivo.

“Os alunos voltariam a estar todos na mesma turma para se reencontrarem e se despedirem antes do ano letivo terminar e irem de férias”, argumenta Alain Massen. No próximo ano letivo, as turmas serão únicas, sem divisões, espera este representante dos pais.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas