Escolha as suas informações

Covid-19. Quem tem mais de 75 anos e não reside em lares vai começar a ser vacinado
Luxemburgo 2 min. 12.02.2021

Covid-19. Quem tem mais de 75 anos e não reside em lares vai começar a ser vacinado

Covid-19. Quem tem mais de 75 anos e não reside em lares vai começar a ser vacinado

AFP
Luxemburgo 2 min. 12.02.2021

Covid-19. Quem tem mais de 75 anos e não reside em lares vai começar a ser vacinado

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A partir de dia 20 de fevereiro os mais idosos vão começar a receber a vacina, isto se os próximos lotes de vacinas chegarem no prazo previsto, declarou Xavier Bettel.

Como declarou o primeiro-ministro Xavier Bettel na conferência de sexta-feira, é tudo uma questão de “se”. Se as doses previstas das vacinas anti-covid chegarem no prazo estipulado, a fase 2 do plano de vacinação do Grão-Ducado poderá arrancar para a semana, com o envio de convites para a vacinação às pessoas com mais de 75 anos entre a população em geral, as que vivem fora dos centros de terceira idade.  A partir de 20 de fevereiro começará a vacinação.

“Há muitos ‘se’ neste momento por causa das entregas das vacinas”, assumiu o primeiro-ministro.

“Estamos no final da fase 1 da vacinação e se as vacinas chegarem como está previsto queremos iniciar logo a fase 2 para não perdemos tempo”, confirmou a ministra da Saúde Paulette Lenert.

Se tudo correr como previsto, pessoas com mais de 75 anos começam a ser vacinas a partir de 20 de fevereiro. Os idosos que residem em estruturas de acolhimento já estão a ser vacinados pois pertencem à primeira fase, juntamente com os profissionais de saúde.


Covid-19. Mais duas mortes e 147 novos infetados no Luxemburgo
Número de internamentos hospitalares desce de 94 para 68.

Mais três centros de vacinação

Os mais idosos serão vacinados nos centros de vacinação, estando previsto a abertura de mais três centros para administrar as doses de vacinas contra a covid-19.

“Além do centro de vacinação do Hall Victor Hugo irão abrir os centros de Esch, Ettelbruck e Mondorf para vacinar 3.500 pessoas por semana”, anunciou a ministra da Saúde.

Por se tratar de pessoas mais idosas, a ministra lançou um apelo aos familiares dos idosos para os ajudar a chegar aos centros de vacinação. Mas também às comunas do país para ajudar no transporte dos idosos. “Muitas comunas podem oferecer serviços para levar os idosos aos centros de vacinação”.

Paulette Lenert espera que os mais idosos queiram receber a vacina e que possam ser vacinados.

Fase 3: pessoas mais vulneráveis

Xavier Bettel lembrou que a terceira fase do plano de vacinação será destinada às pessoas vulneráveis, “às pessoas com cancro, que necessitaram de transplantes de órgãos”, que sofram de doenças que as tornam mais vulneráveis.


Luxemburgo pode estar à beira da terceira vaga da pandemia
O aumento das infeções, a propagação da nova variante inglesa e as interações sociais podem conduzir a uma nova subida da curva da covid-19 com um pico em maio, alertam os cientistas.

“Para a vacinação as pessoas necessitam de um documento do seu médico a comprovar a sua vulnerabilidade”, explicou o chefe do executivo.

Atualmente, acrescentou, as autoridades de saúde já estão a analisar com os médicos como será criado esse comprovativo médico para vacinar os mais vulneráveis.

O primeiro-ministro anunciou ainda que mais uma empresa farmacêutica apresentou um pedido de autorização à Agência Europeia do Medicamento para uma nova vacina contra a covid. “É uma boa notícia”, disse Bettel. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Na conferência de imprensa, o primeiro-ministro anunciou a criação de cinco centros de vacinação e diz que a vacina é voluntária, mas que espera que a grande maioria da população se vacine. Pretende dar o exemplo: "Vou vacinar-me quando chegar a minha vez"