Escolha as suas informações

Covid-19. Quase 50% da população vacinada com primeira dose
Luxemburgo 2 min. 25.05.2021

Covid-19. Quase 50% da população vacinada com primeira dose

Sexto centro de vacinação abriu na semana passada na capital, em Kirchberg.

Covid-19. Quase 50% da população vacinada com primeira dose

Sexto centro de vacinação abriu na semana passada na capital, em Kirchberg.
Foto: Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 2 min. 25.05.2021

Covid-19. Quase 50% da população vacinada com primeira dose

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Com uma população de 634.730 residentes a barreira das 317.365 pessoas vacinadas com pelo menos uma injeção deverá ser atingida ainda esta terça-feira.

O Luxemburgo está prestes a atingir a meta de metade da população vacinada contra a covid-19 com pelos menos uma injeção. Até à data já foram administradas no país mais de 315.000 doses da vacinas contra a covid-19 desde finais de dezembro de 2020, altura em que o plano de vacinação arrancou.

Os últimos dados disponíveis sobre a campanha de vacinação foram publicados esta segunda-feira e dão conta de 315.165 vacinados, dos quais 96.702 totalmente imunizados com a segunda dose da vacina anticovid (Pfizer, Moderna, AstraZeneca) ou a toma da Janssen, dos laboratórios Johnson & Johnson, de dose única.

Com uma população de 634.730 residentes (dos quais 94.335 portugueses,2.557 cabo-verdianos e 2.604 brasileiros) a 1 de janeiro de 2021, segundo o Instituto Nacional de Estatísticas (Statac), a barreira das 317.365 (50% da população) pessoas vacinadas com pelo menos uma injeção deverá ser atingida ainda esta terça-feira.

Com a campanha de vacinação dependente da entrega de doses a nível europeu, o Grão-Ducado pretende inocular 70% da população adulta até meados de julho, altura de fim de aulas. Um objetivo matematicamente alcançável já que o Grão-Ducado conta com 143.466 residentes menores de 19 anos, de acordo com o Statec. 


Governo quer criar aplicação móvel que comprova vacinação e teste negativo
Uma semana depois de ter dito ao Contacto que era "prematuro" dar privilégios aos vacinados, o Executivo luxemburguês prepara-se para fazer o contrário. Objetivo é dar, agora, mais liberdades às pessoas já vacinadas ou que testaram negativo para a covid-19.

O país está atualmente na sexta e última fase do plano de vacinação, destinado aos residentes entre os 16 e os 54 anos de idade. Atualmente, as convocatórias estão a ser enviadas por correio aos residentes entre os 45 e os 49 anos, segundo revelou o Ministério da Saúde à Rádio Latina na semana passada. 

Desde este mês, o país tem seis centros de vacinação covid-19, o último abriu na LuxExpo, em Kirchberg. A capital do país tem agora três centros de vacinação, em funcionamento: em Kirchberg, na Air Rescue, no aeroporto do Findel) e na sala Victor Hugo, em Limpertsberg. Os restantes três situam-se em Esch-sur-Alzette, Mondorf-les-Bains e Ettelbruck.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas