Escolha as suas informações

Primeiro-ministro recebe segunda dose da vacina anticovid-19
Luxemburgo 6 20.08.2021
Covid-19

Primeiro-ministro recebe segunda dose da vacina anticovid-19

Covid-19

Primeiro-ministro recebe segunda dose da vacina anticovid-19

Foto: Twitter de Xavier Bettel
Luxemburgo 6 20.08.2021
Covid-19

Primeiro-ministro recebe segunda dose da vacina anticovid-19

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
No Luxemburgo, o reforço vacinal com uma segunda dose é opcional para as pessoas recuperadas desta doença que é provocada pela infeção do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

O chefe do Governo foi vacinado com uma segunda dose da vacina contra a covid-19.

Xavier Bettel escolheu reforçar a vacinação, depois de ter contraído a doença a 27 de julho. Uma infeção que o levou à hospitalização, por quatro dias, devido a uma insuficiência respiratória, apesar da toma da primeira dose da AstraZeneca, a 6 de maio. 


Primeiro-ministro do Luxemburgo teve alta hospitalar
O primeiro-ministro, Xavier Bettel, saiu esta quinta-feira do Centro Hospitalar do Luxemburgo (CHL), onde esteve internado durante quatro dias, devido a uma insuficiência respiratória provocada pela covid-19.

Recém-regressado de férias, o primeiro-ministro dirigiu-se esta quinta-feira a Limpertsberg para receber a segunda injeção.

No Luxemburgo, o reforço vacinal com uma segunda dose é opcional para as pessoas recuperadas desta doença que é provocada pela infeção do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

O Governo propõe atualmente várias possibilidades de acesso à vacinação, nomeadamente através da inscrição numa lista de espera no site www.impfen.lu, nalguns consultórios médicos de clínica geral, e sem agendamento no autocarro de vacinação e no centro de vacinação Victor Hugo.

Ao contrário dos outros centros de vacinação, o de Limpertsberg vai manter-se aberto para oferecer a vacinação espontânea a residentes e transfronteiriços.


Bettel infetado é um "lembrete da realidade da pandemia" no Luxemburgo, diz politólogo
A hospitalização por vários dias do primeiro-ministro é um acontecimento com múltiplas consequências, segundo o cientista político Philippe Poirier, da Universidade do Luxemburgo.

Os centros de vacinação na LuxExpo, em Kirchberg, o de Mondorf-les-Bains e o de Ettelbruck fecharam portas no sábado (14). O centro de vacinação do Findel encerra no próximo sábado (21). O de Belval vai continuar a funcionar até setembro, mas também encerra depois.

O Luxemburgo administrou até à data cerca de 750 mil doses de vacinas contra a covid-19. Mais de 67,5% da população tem esquema vacinal completo desde 11 de agosto, segundo revelou nesse dia a ministra da Saúde, Paulette Lenert.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Ainda não se sabe se uma terceira dose da vacina anticovid-19 vai ser necessária, mas se for o caso, o Luxemburgo está preparado para esse facto. A garantia é dada pela ministra da Saúde, Paulette Lenert, numa resposta parlamentar ao deputado do ADR, Jeff Engelen.