Escolha as suas informações

Covid-19. Número de infetados no Luxemburgo cresce 265% na última semana
Luxemburgo 2 min. 28.10.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Número de infetados no Luxemburgo cresce 265% na última semana

Covid-19. Número de infetados no Luxemburgo cresce 265% na última semana

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 2 min. 28.10.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Número de infetados no Luxemburgo cresce 265% na última semana

Madalena QUEIRÓS
Madalena QUEIRÓS
Foram registadas 12 novas vítimas mortais na semana de 19 a 25 de outubro. O círculo familiar é a principal fonte de contaminação.

O número de infetados com covid-19 cresceu 265% atingindo os 3.387 casos, só na última semana. Verificaram-se assim mais 1.280 novos contaminados, de 19 a 25 de outubro, do que na semana anterior.  Há ainda a registar 12 novas mortes no mesmo período. 


Luxemburgo com mais 774 casos de covid-19 nas últimas 24 horas
Não há nenhuma vítima mortal a registar.

Este crescimento foi acompanhado por um aumento do número de pacientes nos hospitais. Este aumento foi concentrado nos cuidados normais, o que pode ser explicado pela estrutura etária dos casos positivos. 

Na semana de 19 a 25 de outubro, a idade média das pessoas diagnosticadas com covid-19 aumentou para 40,3 anos. A taxa de reprodução efectiva cresceu de 1,17 para 1,52 e a taxa de testes positivos realizados foi de 5,5% em comparação com 2,6% na semana anterior. A taxa de incidência passou a 541 casos por 100.000 habitantes em 7 dias e 745 casos por 100.000 habitantes em 14 dias. A evolução da taxa de incidência durante as últimas 9 semanas mostra um aumento de casos em todos os grupos etários. 

O grupo etário dos 15-29 anos ainda se destaca como o mais afectado, seguido pelo grupo etário dos 30-59 anos, que mais uma vez registou o maior aumento na semana passada. 

A incidência no grupo etário dos 0-14 anos continua a ser cerca de metade da dos adultos. Também houve um forte aumento no grupo etário dos mais de 75 anos. 

Número de quarentenas e isolamentos

Na semana de 19-25 de outubro, 3.948 pessoas estiveram em quarentena (+23% em comparação com a semana anterior) e 3.239 isoladas (+93% em comparação com a semana anterior).   

O número de contactos também atingiu um nível muito elevado com 9.980 contactos em comparação com os 7.878 contactos anteriormente identificados (+27%). 

Já o número de testes realizados foi de 60.669 em comparação com 47.939 na semana anterior. A 25 de outubro, o número de infecções activas era de 4.682 (contra 2.112 em 18/10) e o número de pessoas curadas aumentou de 8.765 para 9.570.

Círculo familiar é a principal fonte de contaminações

Entre as principais causas de contaminação, o círculo familiar continua a ser a fonte mais frequente, com 27,6%. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas