Escolha as suas informações

Nova 'lei covid' votada esta quinta-feira no Parlamento
Luxemburgo 15.07.2021
Covid-19

Nova 'lei covid' votada esta quinta-feira no Parlamento

Covid-19

Nova 'lei covid' votada esta quinta-feira no Parlamento

Foto: Lex Kleren/ Luxemburger Wort
Luxemburgo 15.07.2021
Covid-19

Nova 'lei covid' votada esta quinta-feira no Parlamento

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Sem surpresas, o projeto de lei que altera ligeiramente as regras sanitárias no país deverá ser aprovado com o apoio dos três partidos da coligação governamental.

A nova versão da chamada 'lei covid' vai a votos esta manhã, no Parlamento. As novas regras, com ligeiras alterações em relação às anteriores, vão vigorar entre 16 de julho e 14 de setembro.

Será possível receber em casa mais de dez pessoas, mas apenas com 'CovidCheck', (certificado de vacinação completa ou teste certificado negativo – PCR com 72 horas de validade ou rápido de antigénio certificado com 48 horas de validade –) ou ainda certificado médico de recuperação da doença), e com autorização prévia por parte da Direção da Saúde.


Quer receber mais de 10 pessoas em casa? Só com autorização da Direção da Saúde
A nova 'lei covid', que vai vigorar entre 16 de julho e 14 de setembro, prevê multas de até 6.000 euros para quem infringir as regras.

 No setor da Horeca os autotestes rápidos deixam de ser válidos a partir da 1h da madrugada, passando a ser obrigatório apresentar um dos certificados 'CovidCheck'.

As atividades escolares durante as férias de verão no exterior vão ser permitidas sem o uso da máscara e distância física. No entanto, no interior, os gestos barreira continuam a ser obrigatórios. É esperado que o projeto de lei seja aprovado já que conta com o apoio dos três partidos da coligação governamental (DP, LSAP, Déi Gréng). 

O plenário desta quinta, que deverá durar todo o dia, é a último antes das férias de verão. A Câmara dos Deputados mantém-se, contudo, preparada para intervir em caso emergência sanitária.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Não será à meia-noite mas sim à 1h da manhã que os autotestes vão deixar de ser uma opção para entrar em restaurantes, cafés, bares ou discotecas. A decisão foi hoje anunciada pela ministra da Saúde, Paulette Lenert, em sede de comissão parlamentar da Saúde.