Escolha as suas informações

Covid-19. Mesmo que já esteja vacinado tem de apresentar um teste negativo à chegada ao Findel
Luxemburgo 15.05.2021

Covid-19. Mesmo que já esteja vacinado tem de apresentar um teste negativo à chegada ao Findel

Covid-19. Mesmo que já esteja vacinado tem de apresentar um teste negativo à chegada ao Findel

Luxemburgo 15.05.2021

Covid-19. Mesmo que já esteja vacinado tem de apresentar um teste negativo à chegada ao Findel

Todos os estrangeiros e residentes que regressarem por via aérea ao Luxemburgo e que já receberam as duas doses da vacina continuam a ter de fazer teste de rastreio negativo.

O Governo estendeu ontem as medidas de saúde para as viagens aéreas ao Grão-Ducado em vigor até ao dia 30 de junho, continuando a exigir a apresentação de um resultado negativo de um teste de rastreio  PCR, TMA ou LAMP ou antigénio realizado até 72 horas antes.

Esta medida é também válida mesmo para as pessoas que já estão vacinadas, ou seja, já receberam as duas doses da vacina contra a covid-19. Assim sendo, mesmo que o leitor, seja um dos 78.159 residentes que já está vacinado contra a covid-19 saiba que se for viajar para o estrangeiro, quando regressar ao Luxemburgo tem de apresentar na mesma, até ao dia 30 de junho, inclusive, um destes testes com resultado negativo.

"Na ausência de dados consolidados, ou seja, de "risco zero", mesmo as pessoa que apresentem um esquema vacinal completo devem apresentar um teste negativo à chegada ao Luxemburgo", declarou o ministério da Saúde ao L'Essentiel, este sábado de manhã. E justificou: "Até à data não existe prova científica que uma pessoa vacinada não possa se possa infetar e transmitir o coronavírus".


Testes para quem chega ao Luxemburgo de avião obrigatórios até ao final de junho
Desde 29 de janeiro que todas as pessoas que chegam ao país de avião têm de apresentar um teste negativo à covid-19 (PCR ou rápido) feito nas 72 horas anteriores ao embarque.

Medida também na restauração

A mesma medida aplica-se no acesso ao interior dos restaurantes, bares e cafés, abertos a partir de domingo, dia 16 de maio. A partir de amanhã, os clientes que desejarem degustar uma refeição ou beber nas salas interiores dos espaços de restauração têm de apresentar um teste de rastreio negativo, seja um teste PCR realizado até 72 horas antes, um teste antigénico rápido realizado por um profissional de saúde ou numa farmácia com validade de 24 horas ou um autoteste a ser realizado no local. Também aqui mesmo os residentes que já estejam vacinados têm de apresentar igualmente um destes testes com resultado negativo.

De acordo com o relatório de ontem do Ministério da Saúde até dia 12 de maio 78.159 pessoas no Luxemburgo já receberam as duas doses da vacina, ou seja, já estão vacinadas contra a covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A falta de clareza do Governo sobre a realização obrigatória dos testes rápidos anti-covid para entrar no interior dos restaurantes está a gerar o caos em véspera da abertura das salas, a 16 de maio. E quando acabarem os testes oferecidos ao setor, quem os vai pagar?, questionam ao Contacto proprietários e políticos.