Escolha as suas informações

Covid-19. Luxemburgo recebe sete doentes graves vindos do Grand Est
Luxemburgo 23.03.2020

Covid-19. Luxemburgo recebe sete doentes graves vindos do Grand Est

Covid-19. Luxemburgo recebe sete doentes graves vindos do Grand Est

AFP
Luxemburgo 23.03.2020

Covid-19. Luxemburgo recebe sete doentes graves vindos do Grand Est

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Os doentes em estado crítico estão a ser transferidos de helicóptero, desde a região francesa Grand Est, para os serviços de reanimação médicos do Grão-Ducado. A região francesa vive uma situação dramática.

Sete doentes em estado crítico, infetados pelo coronavírus, estão a ser transferidos dos hospitais do Grand Est, que já não têm camas nos cuidados intensivos para acolher estas pessoas. Sem assistência respiratória os pacientes poderão não sobreviver.

A transferência do pacientes de Mulhouse para o Grão-Ducado "irá ser feita de helicóptero nas próximas horas", avançou domingo à noite Jérôme Salomon, diretor-geral da saúde em França, numa comunicação ao país. No entanto, ainda não se sabe em concreto que unidades hospitalares do Luxemburgo irão acolher estas pessoas.

"As equipas médicos e logísticas do Luxemburgo estão em contacto para organizar esta operação e eu agradeço-lhes imenso. Um muito obrigado aos nossos vizinhos por esta solidariedade", declarou.


Luxemburgo. Mais centros médicos e apelo à inscrição de médicos
A ministra da Saúde, Paulette Lenert, anunciou a criação de mais centros de saúde para atender doentes e como vai resolver a falta de profissionais de saúde e de material de proteção.

A ministra da Família e Integração do Luxemburgo, Corinne Cahen, também já  confirmou esta informação na rede social Twitter.

Também a Alemanha e a Suíça estão a acolher doentes desta região francesa que é a mais afetada pela epidemia, com 1977 pessoas internadas nos seus hospitais, contabilizando já 230 mortos. Numa primeira fase, 13 doentes foram transferidos para os hospitais alemães e seis para a Suíça, indicou Jerôme Salomon voltando a agradecer "a solidariedade dos países vizinhos".

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Rockhal e LuxExpo abrem portas à pandemia
Além da sala de espetáculos de Esch-sur-Alzette, a LuxExpo também vai reforçar a capacidade de resposta dos quatro hospitais luxemburgueses destacados para o combate ao novo coronavírus. As termas de Mondorf vão ser readaptadas tal como o Däichhal em Ettelbruck.
Imagem do exercício antiterrorista que se realizou hoje na Rockhal (Belval) em 2019