Escolha as suas informações

Covid-19. Luxemburgo é o quarto país com maior percentagem de contaminados da Europa
Luxemburgo 23.09.2020

Covid-19. Luxemburgo é o quarto país com maior percentagem de contaminados da Europa

Covid-19. Luxemburgo é o quarto país com maior percentagem de contaminados da Europa

Foto: SIP/JULIEN WARNAND
Luxemburgo 23.09.2020

Covid-19. Luxemburgo é o quarto país com maior percentagem de contaminados da Europa

Madalena QUEIRÓS
Madalena QUEIRÓS
Não há razão para avançar com mais medidas para além das que já estão em vigor, diz Xavier Bettel.

O Luxemburgo é o 4° país com maior número de contaminados, por cada cem mil habitantes na Europa. Um cenário revelado pelo primeiro-ministro luxemburguês, Xavier Bettel, numa conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, que decorreu esta manhã.

"Mas não há qualquer razão para entrar em pânico", afirmou a ministra da saúde, Paulette Lenert.

O chefe do Governo afirmou, ainda, que as medidas que estão em vigor são suficientes para responder à situação existente no país rejeitanto a hipótese de avançar, para já, com mais medidas.

O primeiro-ministro revela que "existe uma subida do número de contaminações no Luxemburgo e na Europa e no mundo. É um fenómeno mundial". "Uma das causas para estes elevados números é que se retomou a vida normal" após o confinamento, acrescentou. "O regresso de férias foi um dos fatores que provocou o aumento das contaminações" tendo gerado 30% dos infetados. Segundo o primeiro-ministro "o contágio aconteceu num quadro familiar ou privado"  para cerca de 20% dos contaminados.  

Já a ministra da Saúde, Paulette Lenert, afirmou que "não há receio que o sistema de saúde" não consiga responder ao número de infetados". "Temos "evolução  muito estável nos nossos hospitais", acrescentou.

Em caso de sintomas deve contactar o seu médico. A ministra da saúde afirmou que "em caso de quarentena, o teste deve continuar a ser feito ao 6° dia".

Quanto ao fato de terem deixado de se divulgados o número dos casos positivos nos transfronteiriços, a ministra da Saúde revelou que não existem números que "causem inquietação".

Xavier Bettel rejeita tensão no Governo

Questionado pelos jornalistas, o primeiro-ministro luxemburguês, Bettel, rejeitou que haja "tensão no governo" acrescentando que se as alterações das medidas fossem votadas em Conselho de Ministros, "a maioria teria aprovado a alteração". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Covid-19. Governo reduz a 10 pessoas limite para reuniões em casa
A ministra da Saúde diz que não é possível ter metade do país em casa. Para evitar isso é preciso apostar nos gestos barreira e na distância social. As medidas que o Governo vai levar ao Parlamento diminuem o número de pessoas que podem estar juntas, e aumentam as sanções para quem não cumprir.