Escolha as suas informações

Covid-19. Liceu Michel Lucius recorre ao ensino à distância
Luxemburgo 10.11.2020

Covid-19. Liceu Michel Lucius recorre ao ensino à distância

Covid-19. Liceu Michel Lucius recorre ao ensino à distância

Foto: Guy Wolff/Luxemburger Wort
Luxemburgo 10.11.2020

Covid-19. Liceu Michel Lucius recorre ao ensino à distância

Diana ALVES
Diana ALVES
O Liceu Michel Lucius, situado na cidade do Luxemburgo, decidiu adotar novas medidas sanitárias para proteger os alunos da pandemia. Uma delas é o regresso ao ensino à distância em alternância.

Numa carta dirigida aos pais dos alunos, e divulgada no seu site, o liceu vinca que este é um "reforço das medidas de segurança para minimizar os riscos e sem comprometer a educação dos alunos". A principal medida diz respeito às turmas dos últimos anos do ensino secundário (4G/4IEC à 1G/1IEC).  A medida entrou em vigor na segunda-feira, 9 de novembro, e é válida até ao início das férias de natal.  

Na prática, enquanto algumas turmas têm aulas na escola, outras terão aulas à distância, alternando semanalmente. Segundo a direção do liceu, o objetivo é o de eduzir o número de alunos no recinto escolar (corredores, cantina, casas de banho, etc.). O estabelecimento explica que optou por não dividir cada turma para "garantir o bem-estar dos alunos". 

Desta forma, "os alunos poderão manter as suas interações sociais e as turmas não serão divididas arbitrariamente", o que permite aos jovens de uma mesma turma "permanecerem juntos enquanto grupo" nestes tempos difíceis.


Covid-19. Como vão funcionar os testes de rastreio nas escolas
Segundo o Ministério da Educação, várias equipas móveis estão a ser formadas e iniciarão as suas atividades durante a semana de 16 de novembro. Objetivo da medida é reduzir o tempo de espera na realização de testes sempre que surgir um caso numa turma.

Embora não divida as turmas em grupos, na semana em que têm aulas na escola os alunos acabarão por ter mais espaço na sala de aula, sendo que não será preciso recorrer a salas mais pequenas. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas