Escolha as suas informações

Covid-19. Governo luxemburguês convoca Conselho de Ministros extraordinário
Luxemburgo 12.03.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Governo luxemburguês convoca Conselho de Ministros extraordinário

Covid-19. Governo luxemburguês convoca Conselho de Ministros extraordinário

Foto:Chris Karaba
Luxemburgo 12.03.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Governo luxemburguês convoca Conselho de Ministros extraordinário

Redação
Redação
A reunião realiza-se esta quinta -feira às 18h00.

 O primeiro-ministro, Xavier Bettel, convocou para hoje às 18 horas, um Conselho de Governo extraordinário, dedicado a medidas para combater a propagação do coronavírus.

Recorde-se que ontem foi anunciado que o  Grão-Ducado prepara-se para reforçar o plano de contingência para o coronavírus e a doença Covid-19. 

Novas medidas a partir de segunda-feira (16)

1. Todos os eventos que reúnam mais de 1.000 pessoas serão proibidos. Até aqui essa meta era apenas uma recomendação.

2. Os centros de saúde noturnos, as chamadas “Maisons Médicales” vão estar abertas durante o dia. Os médicos de clínica de geral terão como prioridade receber em consulta pessoas com sintomas de gripe.

3. O encerramento de escolas é agora uma possibilidade. Em caso de fecho dos estabelecimentos escolares um dos encarregados de educação poderá beneficiar da “licença por razões familiares” (congé pour raisons familliales, em francês) para ficar em casa a cuidar dos filhos.

4. As consultas com os médicos de clínica geral poderão ser realizadas por telefone. O governo está em contacto com os profissionais de saúde para generalizar essa medida. Os médicos poderão também passar baixa médica aos pacientes através dessas consultas por telefone.

5. Para apoiar as empresas o sistema de desemprego parcial (chômage partiel, em francês) será alargado a todos os setores de atividade.

Estas medidas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira e foram anunciadas ontem, em conferência de imprensa, por quatro ministros: o primeiro-ministro, Xavier Bettel, a ministra da Saúde, Paulette Lenert, o ministro das Classes Médias e do Turismo, Lex Delles, e o ministro da Economia, Franz Fayot.

 As autoridades nacionais continuam a recomendar à população que em caso de sintomas liguem para a ‘hotline’ 8002 80 80, devendo-se evitar uma deslocação às urgências ou ao consultório médico.


Notícias relacionadas