Escolha as suas informações

Covid-19. Formulários para “licença por razões familiares” disponíveis a partir de sexta-feira à noite
Luxemburgo 2 min. 13.03.2020

Covid-19. Formulários para “licença por razões familiares” disponíveis a partir de sexta-feira à noite

Covid-19. Formulários para “licença por razões familiares” disponíveis a partir de sexta-feira à noite

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 2 min. 13.03.2020

Covid-19. Formulários para “licença por razões familiares” disponíveis a partir de sexta-feira à noite

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A partir de segunda-feira, cerca de 150.000 alunos e 20.000 profissionais do setor da educação vão ficar em casa para diminuir o risco de contágio do novo coronavírus no Luxemburgo.

 “As escolas vão estar fechadas mas isso não significa que são férias para os alunos”. Quem o diz é o ministro da Educação, Claude Meisch.

Declarações registadas na conferência de imprensa desta manhã sobre o encerramento de todas as escolas e estruturas extracurriculares durante as próximas duas semanas.

A partir de segunda-feira, cerca de 150.000 alunos e 20.000 profissionais do setor da educação vão ficar em casa para diminuir o risco de contágio do novo coronavírus no Luxemburgo.

Mas este fecho não é sinónimo de quarentena. Claude Meisch diz que “é preciso garantir a continuidade do ensino”. A começar pelo ensino fundamental para o qual os professores já prepararam alguns exercícios que as crianças podem fazer em casa com a ajuda dos pais. Neste caso, será sobretudo uma revisão da matéria já dada nas aulas.

Consciente de que certos pais têm mais dificuldades em ajudar os filhos com os trabalhos de casa devido a barreiras linguísticas, Claude Meisch garante que o Ministério da Educação vai fornecer a esses encarregados de educação as ferramentas e indicações necessárias para os apoiar.

No ensino secundário, os alunos já estão mais preparados para trabalhar de forma autónoma. Os novos métodos de comunicação vão ser utilizados para manter o contacto entre os professores e os alunos (e-learning).

Pais e alunos podem obter mais informações sobre como estudar em casa no ‘site’ www.schouldoheem2020.men.lu.

Já que todas as escolas e estruturas extracurriculares vão fechar a partir de segunda-feira, quem vai ficar em casa com os filhos? E como conciliar a vida de família com a vida profissional?

Claude Meisch lembra que o governo decidiu recorrer à “licença por razões familiares” para permitir a um dos encarregados de educação ficar em casa. A licença vigorará durante o período de fecho das escolas, ou seja pelo menos durante os próximos 15 dias.

Os formulários para beneficiar da licença por razões familiares vão estar disponíveis a partir desta noite no ‘site’ da Caixa Nacional de Saúde (CNS), em www.cns.lu. Preenchidos os formulários, os encarregados de educação devem depois enviar o pedido ao patrão e à CNS, como explica o ministro da Educação.

Note-se que os dois encarregados de educação não podem tirar a licença ao mesmo tempo.

As férias da Páscoa mantêm-se nos dias previstos, entre 4 e 19 de abril.

O governo criou uma nova ‘hotline’ destinada exclusivamente a todas as questões relacionadas com o ensino. O número de telefone 8002-9090 está disponível para esclarecimentos a pais, alunos e professores. 

S.M. / Map 


Notícias relacionadas