Escolha as suas informações

EUA consideram Luxemburgo um país de "risco máximo"
Luxemburgo 07.12.2021
Covid-19

EUA consideram Luxemburgo um país de "risco máximo"

Covid-19

EUA consideram Luxemburgo um país de "risco máximo"

Luxemburgo 07.12.2021
Covid-19

EUA consideram Luxemburgo um país de "risco máximo"

Redação
Redação
"Mesmo os vacinados estão em risco de contrair o vírus da covid" ao viajar para o Grão-Ducado, incluído na lista de perigo mais elevado pelos Estados Unidos, onde consta também Portugal.

O Centro de Prevenção e Controlo de Doenças dos Estados Unidos (CDC, em inglês) incluiu o Luxemburgo na lista de países de "risco máximo" de contrair e propagar a doença da covid-19, pedindo aos norte-americanos para "evitar" viajarem para estes países.

"Devido à situação atual no Luxemburgo, mesmo os viajantes totalmente vacinados podem estar em risco de contrair e disseminar [infeções] pelas variantes da covid-19", avisa o CDC no seu site.

Por isso, "se tiver de viajar" para este destino "certifique-se de que está totalmente vacinado", pede ainda o CDC vincando que no Luxemburgo os viajantes "devem seguir as recomendações ou requisitos adotados em cada país, como o uso de máscara e o distanciamento físico".


Onde fazer e quanto custam os testes para viajar para Portugal
Numa altura em que muitos portugueses viajam para Portugal para celebrar a época natalícia veja os sítios onde poderá realizar os testes no Grão-Ducado. E quanto custam.

Tal como o Grão-Ducado, Portugal integra também a lista dos países de risco máximo, ou "nível 4" dos Estados Unidos. Na lista que foi atualizada esta segunda-feira, encontram-se mais de 80 países, nomeadamente todos os europeus com exceção da Espanha, Itália, Suécia e Finlândia, os quatro considerados de "risco elevado", ou "nível 3". Neste nível os EUA, desaconselham as "viagens não essenciais para quem não está vacinado".

Na lista atualizada de viajantes proibidos de entrar nos EUA estão os passageiros provenientes de oito países africanos, mesmo que sejam imigrantes nos Estados Unidos, nomeadamente, de Moçambique, África do Sul ou Zimbabué.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A partir de segunda-feira, segundo a Casa Branca, os estrangeiros que desejam entrar nos Estados Unidos para visitas consideradas não essenciais, como turismo ou para encontros familiares, poderão fazê-lo tanto por via aérea como pela fronteira terrestre do México e Canadá.