Escolha as suas informações

Covid-19. Escolas registaram 301 infeções na semana passada
Luxemburgo 2 min. 04.02.2021 Do nosso arquivo online

Covid-19. Escolas registaram 301 infeções na semana passada

Covid-19. Escolas registaram 301 infeções na semana passada

AFP
Luxemburgo 2 min. 04.02.2021 Do nosso arquivo online

Covid-19. Escolas registaram 301 infeções na semana passada

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Houve um aumento de 132 casos em relação à semana anterior. Quase 300 turmas foram afetadas. Números que confirmam os receios do ministro da Educação e que motivaram o novo fecho das escolas.

As infeções aumentaram 68% na faixa etária entre os 0-14 anos na semana passada, refere o balanço semanal sobre a situação da pandemia entre 25 e 31 de janeiro no Luxemburgo, do Ministério da Saúde. Foi o maior aumento entre todas as faixas etárias. O segundo foi na faixa dos 15-29 anos, com mais 26% de novos casos.

Também esta tarde o ministro da Educação, Claude Meisch confirmou este crescimento de casos positivos entre os mais novos: “Constatámos hoje que os números de infeções tiveram um forte aumento sobretudo entre os 0-19 anos”.

O balanço da situação da covid-19 nas escolas confirma os receios e “cautelas” de Claude Meisch no ambiente escolar. Esta tarde, o governante anunciou o encerramento dos estabelecimentos escolares a partir de 8 de fevereiro, como uma medida de "precaução".


Luxemburgo volta a encerrar escolas a partir da próxima semana
Todas as escolas fundamentais (pré-escolar e primária) vão encerrar a partir da próxima segunda-feira, dia 8 de fevereiro.

Na semana de 25 a 31 de janeiro registaram-se 301 infeções nas escolas que causaram problemas em 288 turmas do fundamental e secundário nas escolas privadas e públicas do País, e em mais cinco classes dos centros de referência.

 As 301 novas infeções na semana passada dizem respeito a 261 alunos infetados e 40 professores ou outros funcionários das escolas.  

Vários alunos infetados por classe

Foram mais 132 casos de infeção do que na semana anterior, mas o problema maior foi que estas novas infeções provocaram 25 situações de cenário 4, o caso mais grave nas escolas, o que significa que houve mais de cinco casos de infeção por turma.

Estes casos de cenário 4 ocorreram na École fondamentale Michel-Rodange à Waldbillig, na École fondamentale Fousbann, à Differdange, na École fondamentale de Pétange (Schoul Péiteng), na École Lydie Schmit à Schifflange,  e na École privée Fielden (enseignement secondaire).

Numa das escolas o caso passou de um cenário 1 e foi evoluindo até ao cenário 4, indica o relatório desta semana do Ministério da Educação, de 25 a 31 de janeiro que hoje foi divulgado.


Desporto juvenil com novas regras a partir de 8 de fevereiro
As atividades desportivas em espaços fechados deverão ser substituídas, sempre que possível, por atividades ao ar livre, respeitando as normas sanitárias.

Outra dos motivos de preocupação é que no ensino fundamental registaram-se “16 casos positivos em 10 turmas, no cenário 2” (dois casos positivos por turma), refere o relatório hoje divulgado.

De acordo com o relatório verificaram-se 212 casos positivos correspondentes ao cenário 1 (um caso por turma), 42 casos positivos correspondentes ao cenário 2, 22 casos de cenário 3 (entre três a cinco casos por turma) e 25 do cenário 4, já referido.

O receio das novas variantes

Perante a situação preocupante nas escolas e temendo a propagação das novas variantes em ambiente escolar, nomeadamente a variante inglesa e a sul-africana, muito mais contagiosas do que o vírus original, o Governo decidiu voltar a encerrar as escolas do País a partir da próxima semana até 21 de fevereiro.


Covid-19. Luxemburgo regista 199 novas infeções e mais uma morte
Há menos casos do que na terça-feira e as hospitalizações continuam a diminuir. A pandemia já fez 588 mortes no País.

Os mais afetados serão os alunos mais novos do fundamental que iriam entrar de férias a 13 de fevereiro, já os estudantes dos liceus começam as férias de Carnaval já para a semana.

Neste período de regresso ao ensino à distância Calude Meisch e as suas equipas irão analisando a situação para decidir de reabre as escolas após 21 de fevereiro.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas