Escolha as suas informações

Covid-19. Escolas registam 719 casos positivos
Luxemburgo 2 min. 18.11.2020

Covid-19. Escolas registam 719 casos positivos

Covid-19. Escolas registam 719 casos positivos

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 2 min. 18.11.2020

Covid-19. Escolas registam 719 casos positivos

Madalena QUEIRÓS
Madalena QUEIRÓS
O ministério da Educação garante que "as infeções nas escolas estão controladas"

Ao todo foram detectados 719 casos positivos nas escolas luxemburguesas, na semana de 9 a 15 de novembro, segundo uma nota divulgada, hoje, pelo Ministério da Educação. No total dos infetados, 579 casos correspondem a "um aluno ou professor infetado no exterior da escola  sem que haja uma propagação do vírus na escola", o que é classifficado como um cenário 1, o menos preocupante. Depois existem  116 casos "correspondente a um cenário 2, em que existem dois casos positivos numa turma com uma fonte de infeção incerta". 

Há ainda 24 casos positivos que correspondem a um cenário três que apontam para a existência de " três a cinco casos positivos numa classe". 

Mas "não foi detectada nenhuma cadeia de infeção nem nas escolas fundamentais, nem nos estabelecimentos de ensino secundário", na semana passada.

O ministério da Educação afirma nesta nota que "as infeções nas escolas estão controladas", o que comprova "a eficácia das medidas do dispositivo sanitário."

Situação na escola fundamental de Steinsel

O ministério da Educação confirma que 24 turmas da escolas fundamental de Steinsel foram colocadas em quarentena de 18 a 24 de Novembro, o que abrange todas as turmas do 1°, 3° e 4° ciclos. 


Escola Básica de Steinsel. 24 turmas estão em quarentena
Há 10 casos positivos no estabelecimento, oito adultos e duas crianças.

Uma medida decidida, ontem, depois de terem sido detetados dez casos positivos nos três ciclos de aprendizagem. No grupo de infetados estão oito professores. A informação dos casos positivos foi comunicada às 19h00, de ontem,  à unidade de coordenação do Ministério da Educação e da Inspeção Sanitária. Duas horas depois uma comissão de acompanhamento reuniu e decidiu "medidas suplementares" adequadas à situação. Assim foi decidido colocar em quarentena todas as turmas dos 1°, 3° e 4°  ciclos. Foi ainda decidido testar todos os alunos e professores da escola que não foram colocados em quarentena, na próxima sexta-feira, dia 20 de novembro. 

Este é o único caso do tipo cenário 4 em que se registam "diversos casos positivos decorrentes de uma contaminação na comunidades escolar: com diversas turmas afetadas e uma classe com mais de cinco casos positivos".  

Como a maioria dos infetados são adultos o ministério da Saúde  recomenda que sejam respeitadas os gestos barreira nos contactos fora da escola. Os professores deverão, ainda, optar pelas reuniões em vídeo-conferência. 

Contágios serão analisados

A situação vivida na escola de Steinsel  será analisada para "verificar a hipótese que o vírus se transmite mais facilmente entre adultos, do que entre alunos e adultos".  As conclusões deste relatório serão depois divulgadas.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas