Escolha as suas informações

Covid-19 continua em queda. Menos 26% de infeções no Luxemburgo
Luxemburgo 2 min. 27.07.2022
Pandemia

Covid-19 continua em queda. Menos 26% de infeções no Luxemburgo

Pandemia

Covid-19 continua em queda. Menos 26% de infeções no Luxemburgo

Shutterstock
Luxemburgo 2 min. 27.07.2022
Pandemia

Covid-19 continua em queda. Menos 26% de infeções no Luxemburgo

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Na última semana, o país continuou a registar menos casos positivos e não registou mortes nem internamentos nos cuidados intensivos.

Na última semana, o número de pessoas infetadas com covid-19, no Luxemburgo, desceu 26%, passando de 4,830 para 3,577, refere o mais recente boletim de retrospetiva semanal do Governo. 

Entre 18 e 24 de julho, o número de testes PCR realizados também diminuiu, de 13.222 para 10.580.  A média de idades das pessoas diagnosticadas com covid-19 situou-se nos 43 anos.

A 24 de julho, o número de infeções ativas era de 8.891, uma descida face aos 10.797 registados a 17 de julho. Em contrapartida, subiu o número de pessoas curadas, que passou de  265.448 para 270.931. 

Zero mortes e zero internamentos em UCI

Além da descida de infeções, a última semana também trouxe boas notícias no que toca aos casos graves de covid-19. Não houve registo de qualquer morte ou internamento nos cuidados intensivos, durante esse período.


Pandemia abranda. Casos positivos descem 14% numa semana
A taxa de incidência diminuiu em quase todos as faixas etárias, exceto nos maiores de 75 anos, onde se registou um pequeno aumento de 16%.

Nos hospitais, registaram-se 21 novas admissões de doentes positivos nos cuidados normais, o que reflete um decréscimo em comparação com na semana anterior, quando estavam hospitalizadas 28 pessoas nessas unidades. A idade média dos pacientes internados na última semana foi de 56 anos. 

Taxa de incidência diminui em todos os grupos etários

No período abrangido pelo relatório, verificou-se que  a taxa de reprodução efetiva (RT) diminuiu para 0,88 (0,89 na semana anterior), bem como a taxa de positividade em todos os testes realizados (prescrições, rastreio de contactos), que desceu de 36,55% para 33,81%. 

A taxa de incidência revelou tendência semelhante, diminuindo para 554 casos por 100.000 habitantes durante sete dias- a semana anterior contabilizava 748 casos por 100.000 habitantes para igual período. 


França põe fim às restrições covid mas controlo fronteiriço poderá manter-se
Medidas sanitárias terminam já no dia 1 de agosto, mas algumas, como os testes, poderão ainda ser aplicadas para efeitos de controlo nas fronteiras e viagens.

Em termos de faixas etárias, a descida da taxa de incidência observou-se em todos os grupos: 0-14 anos (-47%), 15-29 anos (-15%), 30-44 anos (-23%), 45-59 anos (-28%), 60-74 anos (-28%) e 75+ anos (-30%). 

Além de ter registado a maior descida, o grupo das crianças foi aquele que revelou, em termos absolutos a taxa de incidência mais baixa, com 398 casos por 100.000 habitantes, enquanto a taxa de incidência mais alta se verificou no grupo etário dos 30 aos 44, com 1.010 casos por 100.000 habitantes.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas