Escolha as suas informações

Covid-19. Companhias aéreas flexibilizam reagendamentos das reservas
Luxemburgo 4 min. 14.03.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Companhias aéreas flexibilizam reagendamentos das reservas

Tap

Covid-19. Companhias aéreas flexibilizam reagendamentos das reservas

Tap
Foto: Luxemburguer Wort
Luxemburgo 4 min. 14.03.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Companhias aéreas flexibilizam reagendamentos das reservas

Redação
Redação
Easyjet, TAP e Luxair entre as transportadoras que estão a permitir alterações de reserva gratuitas. Saiba como pode alterar os voos marcados para este mês.

O novo coronavirus está a levar algumas companhias aéreas a adotar medidas exececionais, como a flexibilização nas reservas, permitindo aos passageiros alterá-las sem pagar as habituais taxas. É o caso da easyJet.

"Dada a situação sem precedentes que estamos a enfrentar em resultado do Covid-19, [...] compreendemos que esta situação possa gerar incertezas e, por isso, se tiver planos de viagem existentes que agora prefira modificar, pode alterar a data da tua viagem ou destino online, uma vez que prescindimos da taxa para todas as reservas existentes e futuras", diz a companhia áerea aos seus passageiros, numa informação publicada na internet.

A empresa recomenda aos seus clientes que façam as suas alterações ou reservas pela internet e, como incentivo, faz um desconto de 5,66 euros a quem seguir essa opção. Mas se houver uma diferença na tarifa, os passageiros terão de pagar essa diferença.  

Outras garantias deixadas pela companhia aérea nesta fase são a de que vai continuar a operar um horário de voo que garanta aos clientes que ainda pretendam viajar que possam continuar a fazê-lo, desde que as restrições de viagem o permitam e estejam em sintonia com as orientações das autoridades de saúde.

No mesmo sentido a Ryanair também permite alterar as datas dos voos sem aplicar a taxa de mudança.


Covid-19. Passageiros com voos cancelados 14 dias antes sem direito a indemnização
Em termos gerais, passageiros com viagens canceladas devido ao surto têm direito a pedir reembolso ou encaminhamento para o destino final.

 Garantia de regresso

A easyJet assume ainda que, nos casos em que tenha de cancelar voos, os clientes poderão transferir a sua viagem para um voo alternativo gratuitamente ou ser reembolsados. "E nos casos em que todos os voos tenham de ser cancelados devido às orientações da autoridade local (na Itália, por exemplo), iremos operar voos de resgate para garantir que os passageiros possam regressar a casa", garante a companhia.

 TAP cria mais possibilidades para alterar voos sem penalizações 

A TAP também decidiu alargar as situações em que permite a alteração de datas e destinos nos seus voos, sem penalização, tendo em conta o impacto gerado pelo surto de Covid-19.

"A companhia anuncia assim novas medidas de aumento da flexibilidade para alteração de datas e destinos das viagens" indica a empresa de aviação portuguesa, em comunicado.

A possibilidade aplica-se para as "viagens reservadas antes de 8 de março e para voos com partida até 31 de maio", que os clientes "podem agora alterar a sua viagem e até o destino, para novo voo a ser feito até ao prazo alargado de 31 de dezembro, sem pagamento de qualquer taxa de alteração", detalha a companhia aérea.

Já as reservas de voos para este mês, ou seja "as viagens cujas reservas forem efetuadas entre 8 e 31 de março, aplicam-se as regras que já estavam em vigor ao abrigo da campanha 'Reserve com Confiança'", recorda a TAP. Ou seja,"a possibilidade de reagendamento do voo sem o pagamento da taxa de alteração associada, em bilhetes emitidos entre os dias 8 e 31 de março de 2020", 

Mas esta "alteração gratuita terá que ser solicitada com uma antecedência de 21 dias, em relação à da data do primeiro voo, e é aplicável a todas as rotas TAP e a todas as datas de viagem", avisa a transportadora.

A TAP alerta ainda para o facto de que "devido ao grande volume de pedidos", o serviço de atendimento ao cliente via ‘call center’ e no Facebook "está com tempos de resposta superiores ao normal", disponibilizando no site oficial a ferramenta 'manage my booking', através da qual os passageiros podem gerir sua reserva. 

O grupo pede também que os clientes consultem a situação do seu voo específico no site da empresa e que atualizem os seus contactos.

Luxair permite nova reserva gratuita

No mesmo sentido, a Luxair também criou condições excecionais que permitem aos passageiros nova reserva, a título gratuito, em toda rede, para tornar os planos de viagem mais flexíveis nas atuais circunstâncias.

A alteração de reserva é "gratuita para reservas com data de viagem entre 16 de março e 31 de março de 2020 inclusive". Os clientes com reservas feitas pata voos entre essas datas podem "remarcar o seu bilhete gratuitamente, independentemente das condições da reserva original. O bilhete pode ser remarcado para qualquer nova data de viagem até 31 de dezembro de 2020".

No entanto, no caso da Luxair a gratuitidade de alteração de reserva para estas datas só se aplica ao tempo e não abrange mudanças de destino."O destino não pode ser alterado e se a mesma classe de reserva não estiver disponível, então é devida a diferença tarifária", refere o site da companhia.

Já nas reservas de 13 de março até 30 de abril de 2020, inclusive, poderão ser mudadas as datas de viagem, sem qualquer alteração de taxas/taxas de reserva, para qualquer data de viagem posterior, no prazo de 365 dias a contra data em que foi feita a reserva, e independentemente da tarifa inicial adquirida (incluindo as tarifas FlyCLASSIC e FlyPLUS). 

"Se desejar, pode ainda mudar as suas datas de viagem várias vezes sem nenhuma taxa de alteração", acrescenta a companhia. Devido à sobrecarga de pedidos de reagendamento, a Luxair aconselha os passageiros  a fazerem-no online, na secção "Ticket modification and refund".

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas