Escolha as suas informações

Covid-19. Cerca de dez mil testes vão ser feitos nos lares de idosos
Luxemburgo 2 min. 20.04.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Cerca de dez mil testes vão ser feitos nos lares de idosos

Covid-19. Cerca de dez mil testes vão ser feitos nos lares de idosos

Foto: LNS
Luxemburgo 2 min. 20.04.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Cerca de dez mil testes vão ser feitos nos lares de idosos

Redação
Redação
O Laboratório Nacional de Saúde do Luxemburgo lança, esta semana, o programa nacional de detecção do Covid- 19 junto dos idosos, uma das populações mais vulneráveis.

O governo lançou um programa nacional de detecção da Covid-19 em instituições para idosos, esta segunda-feira.  Uma acção conjunta da Inspecção Sanitária da Direcção da Saúde, do Instituto de Saúde do Luxemburgo (LIH) e do Laboratório Nacional de Saúde (LNS). O projeto prevê o "rastreio sistemático nos lares de idosos para determinar como está a propagação do vírus neste ambiente particularmente vulnerável", pode ler-se num comunicado divulgado hoje. Vão ser realizados cerca de 10.000 testes aos idosos, como ao pessoal de assistência destas instituições.

O processo decorrerá da seguinte forma: "O pessoal da Inspecção de Saúde recolherá amostras  em lares de terceira idade e de idosos", explica Françoise Berthet, directora - adjunta da Direcção de Saúde. "O objectivo desta acção é obter informações sobre as formas assintomáticas e a prevalência da doença, permitindo apoiar a estratégia de prevenção e controlo do Covid-19 nas instituições para os idosos. Fornecer-nos-á também dados que nos ajudarão a tomar decisões sobre o levantamento gradual e prudente das medidas de contenção numa fase posterior", acrescenta. 

O programa arranca esta semana e abrangerá a realização de testes em todas as instituições de idosos, ao longo das próximas semanas. 

Os testes realizados são enviados directamente para o LNS em Dudelange, onde são avaliados no laboratório de virologia-serologia. Os resultados são então rapidamente comunicados ao paciente e à direcção do lar em causa, como explica o director do LNS, Friedrich Mühlschlegel: "Na luta contra o Covid-19, o factor tempo desempenha um papel importante, especialmente para os idosos, que correm um risco elevado da gravidade da doença. É por isso que os nossos colaboradores não trabalharão apenas sete dias por semana, como já acontece, mas praticamente 24 horas por dia. Assim, em parceria com a Inspecção de Saúde e a LIH, estamos a ajudar os idosos através do rastreio de formas assintomáticas e do diagnóstico precoce." 

O teste utilizado foi estabelecido e validado no LNS. Friedrich Mühlschlegel diz: "Apesar da pressão do tempo, é claro que é importante prestar atenção à qualidade dos testes. Isto é especialmente verdade quando são feita em tão grande escala. É por isso que o teste foi validado aqui no LNS, e a sua fiabilidade e conformidade verificadas. Ao fazê-lo, baseámo-nos na experiência concentrada dos nossos colaboradores e podemos, portanto, ter a certeza de que estamos a utilizar um teste que funciona realmente. Demonstra também a versatilidade do nosso papel na luta contra o Covid-19. 

"A nossa equipa, como todo o país, está orientada internacionalmente, e isto também se aplica, em geral, ao pessoal do sector da saúde luxemburguês", diz Friedrich Mühlschlegel. Neste contexto, a LNS também batizou, no final de Março, os seus colaboradores "Covid-19 Fighters" com o respectivo logótipo: "Com a iniciativa Covid-19 Fighter, conseguimos assegurar que, apesar do teletrabalho  e outras medidas, continuamos a desempenhar o nosso papel de profissionais de saúde , como equipa, com o profissionalismo habitual - tal como estamos agora a fazer com os testes para idosos em lares de terceira idade e lares de idosos. " 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.