Escolha as suas informações

Covid-19. Bettel não quer app móvel que deteta proximidade de infetados
Luxemburgo 03.04.2020

Covid-19. Bettel não quer app móvel que deteta proximidade de infetados

Covid-19. Bettel não quer app móvel que deteta proximidade de infetados

Foto: SIP
Luxemburgo 03.04.2020

Covid-19. Bettel não quer app móvel que deteta proximidade de infetados

Redação
Redação
Aplicações móveis que assinalam os infetados nas proximidades foram desenvolvidas na China e Coreia do Sul.

O primeiro-ministro luxemburguês está contra a introdução no país de uma aplicação móvel que permita aos cidadãos localizar as pessoas infectadas com o coronavírus. "Não gosto dessa ideia", disse Xavier Bettel em resposta aos jornalistas. 

Na Coreia do Sul e na China, onde a epidemia do coronavírus foi controlada, foi implementado este tipo de sistema. Recorde-se que as aplicações criadas pelos sul-coreanos ou pelo Governo chinês permitiram aos cidadãos saber, em poucos segundos, por geolocalização, se uma pessoa infectada pelo vírus está perto deles. Um sistema que disponibiliza muitos dados disponíveis sobre cada pessoa infetada: nacionalidade, sexo, idade, local de controlo médico e data da infecção, assim como o o primeiro e último nomes. 

Em França, oito em cada dez pessoas são a favor da criação de uma aplicação deste tipo para combater a pandemia, de acordo com os resultados de uma sondagem publicada esta semana.

Mas para o primeiro-ministro do Luxemburgo, "o distanciamento social entre as pessoas não deve ser conseguido de qualquer forma". Esta medida é possível noutro lugar, mas o Grão-Ducado não tem base jurídica para o fazer de forma sistemática e obrigatória. "A protecção das pessoas deve ser tida em conta", acrescentou a ministra da Saúde, Paulette Lenert. Xavier Bettel sublinhou que esta ideia poderia, no entanto, ser discutida, se os médicos aconselhassem o governo a implementá-la. "Mas nada está em curso neste momento", concluiu Paulette Lenert. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Xavier Bettel fala ao país às 18h00
O chefe de governo convocou para este domingo um conselho de ministros extraordinário, dedicado a medidas para combater a propagação do coronavírus, que serão apresentadas no final da reunião, em conferência de imprensa.