Escolha as suas informações

Covid-19. Bettel foi receber as primeiras vacinas que chegaram ao Luxemburgo
Luxemburgo 3 2 min. 26.12.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Bettel foi receber as primeiras vacinas que chegaram ao Luxemburgo

Covid-19. Bettel foi receber as primeiras vacinas que chegaram ao Luxemburgo

Luxemburgo 3 2 min. 26.12.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Bettel foi receber as primeiras vacinas que chegaram ao Luxemburgo

Redação
Redação
O primeiro-ministro luxemburguês acompanhou o descarregamento do primeiro lote de vacinas anti-covid que vieram da Bélgica e chegaram esta manhã.

 "As primeiras vacinas contra a Covid-19 chegaram ao Luxemburgo esta manhã e a partir de segunda-feira terá início o próximo passo importante na luta contra o vírus", escreve o primeiro-ministro Xavier Bettel que foi receber o primeiro carregamento de 9.750 doses de vacina anti-covid ao local onde irão ficar armazenadas.

O anúncio foi feito por Xavier Bettel na sua conta do Twitter onde publica também algumas fotos da chegada do camião com as vacinas da Pfizer/Biontech que saíram da Bélgica com destino ao Grão-Ducado, e a todos os outros países da UE. 

Na próxima segunda-feira, dia 28 começa a campanha de vacinação no País. Durante três dias, o Hall Vitor Hugo transformado no centro de vacinação anti-covid está pronto para receber até 430 pessoas por dia que desejem ser vacinadas. 

O primeiro grupo da população a receber a vacina contra a doença da epidemia são os médicos e profissionais de saúde, que já se estão a inscrever para serem imunizados.


Luc Feller, no centro de vacinação em Limpertsberg, revela como vai ser a campanha de vacinação anti-covid no Luxemburgo.
Covid-19. Tudo a postos para começar a vacinação em massa no Luxemburgo
As vacinas anti-covid chegam hoje ao País, e segunda-feira começa a campanha de vacinação, que está a ser organizada há meses. Luc Feller, Alto Comissário para Proteção Nacional explica como vai decorrer a vacinação em massa.

Como cada vacina da Pfizer precisa de duas doses para garantir a eficácia na semana de 18 de Janeiro o grupo de profissionais que recebe nos dias 28, 29 e 30 a primeira dose da vacina irá voltar ao Hall Vitor Hugo para receber o reforço necessário para ganhar imunidade contra a infeção pelo SARS-CoV-2. 

Durante o mês de Janeiro são esperados outras remessas de vacinas prevendo o Governo poder começar também a vacinar as pessoas idosas, o segundo grupo prioritário. Para tal vão ser criadas equipas de vacinação móvel que irão aos centros de idosos para dar a vacina. 

Até agora ainda não há data prevista para a chegada de novas doses da vacina da Pfizer/Biontech. 

LUSA

Vacinas já chegaram a Portugal

A ministra da Saúde, Marta Temido também foi pessoalmente assistir à chegada do primeiro carregamento das vacinas anti-covid esta manhã, em Coimbra.

“Abre-se uma nova esperança e uma perspetiva nova”, declarou Marta Temido à agência Lusa, nas instalações do Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH) onde as vacinas foram acondicionadas, em Arazede, uma freguesia do concelho de Montemor-o-Velho, no distrito de Coimbra.

LUSA

Além do lote de 9.750 vacinas que chegou hoje a Portugal, através de Vilar Formoso, na fronteira com Espanha, foi antecipada a entrega de mais 70.200 doses, que deverão chegar na segunda-feira.  Os profissionais dos centros hospitalares universitários do Porto, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central seriam os primeiros a ser vacinados.

“Tivemos essa boa notícia antes do Natal”, congratulou-se Marta Temido, ao indicar que este reforço vai também permitir a vacinação dos trabalhadores de saúde nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira. 

 As primeiras doses estão destinadas aos profissionais dos centros hospitalares universitários do Porto, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas