Escolha as suas informações

Covid-19. Associação dos doentes reivindica máscaras para todos
Luxemburgo 03.04.2020

Covid-19. Associação dos doentes reivindica máscaras para todos

Covid-19. Associação dos doentes reivindica máscaras para todos

Foto: AFP
Luxemburgo 03.04.2020

Covid-19. Associação dos doentes reivindica máscaras para todos

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Na Áustria, por exemplo, o uso de máscaras é obrigatório quando se vai às compras. Também na China, a máscara é obrigatória.

A associação de defesa dos direitos dos doentes, a “Patiente Vertriedung”, reivindica máscaras de proteção para toda a população do Luxemburgo para limitar a propagação do novo coronavírus.

A “Patiente Vertriedung” defende que “vários países generalizaram a obrigatoriedade do uso de máscaras respiratórias para conter o novo vírus”. 

Na Áustria, por exemplo, o uso de máscaras é obrigatório quando se vai às compras. Também na China, a máscara é obrigatória.A mensagem transmitida à população é a de que a máscara não é 100% segura face à covid-19. 

Um argumento, que no entender da associação de defesa dos direitos dos doentes, se prende com o facto de as autoridades pretenderem evitar alarmismos e também para evitar uma redução do ‘stock’ de máscaras reservado aos profissionais de saúde.São já muitos os especialistas a apelarem ao uso dessa proteção face à covid-19. O que leva a “Patiente Vertriedung” a exigir do governo que disponibilize “uma certa quantia de máscaras por cada agregado familiar”, tendo em conta que os hospitais “têm agora uma reserva suficiente” para enfrentar esta pandemia.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Usar máscara ou não, eis a questão
O debate sobre a utilização de máscaras de proteção marca o atual combate à pandemia da covid-19. Obrigatória para uns, nem tanto para outros, a questão tem gerado dúvidas entre a população mundial e até entre os membros da comunidade científica.
Coronavírus. Falsos enfermeiros assaltam idosos em casa
Em Espanha, a polícia alerta para ladrões que passam por profissionais de saúde e esvaziam casas e agridem moradores. Em França e Portugal milhares de máscaras já foram roubadas de hospitais. É mais um lado negro da pandemia.