Escolha as suas informações

Covid-19. Alemanha recebe parte dos doentes transferidos do Luxemburgo em 2021
Luxemburgo 03.05.2021

Covid-19. Alemanha recebe parte dos doentes transferidos do Luxemburgo em 2021

Covid-19. Alemanha recebe parte dos doentes transferidos do Luxemburgo em 2021

Foto : AFP
Luxemburgo 03.05.2021

Covid-19. Alemanha recebe parte dos doentes transferidos do Luxemburgo em 2021

Necessidade de recursos específicos, como os aparelhos de suporte respiratório ECMO, levaram o Grão-Ducado a transferir três doentes para hospitais estrangeiros em 2021.

A Alemanha recebeu dois doentes covid-19 transferidos do Luxemburgo que necessitavam de suporte respiratório. Os pacientes receberam apoio cardíaco e respiratório prolongado, essencial para manter os órgãos em funcionamento.

Segundo refere a edição francesa do Luxemburger Wort, desta segunda-feira, o Ministério da Saúde confirmou que as ambulâncias CGDIS e um helicóptero do Luxemburgo Air Rescue foram mobilizados para três transferências em 2021.


Reportagem fotográfica com equipas medicas e de enfermagem que vieram do Luxemburgo para o Hospital de Evora, em Portugal. Estas equipas vieram dar apoio aos profissionais de saúde desta unidade hospitalar no combate a COVID-19
@Rodrigo Cabrita
A ajuda do Luxemburgo a Portugal traz de volta uma primavera de esperança
Reportagem da enviada especial do Contacto a Portugal.

Apesar de o Grão-Ducado acolher doentes do Grand Est e de ter enviado duas equipas médicas para reforçar a unidade de cuidados intensivos covid-19, no Hospital de Évora entre fevereiro e março deste ano, o que parece sobrar em recursos humanos e camas, carece no número de máquinas disponíveis para todos os pacientes em estado grave e que necessitam de ajuda para respirar. Nestes casos, do apoio mecânico através de uma ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorporal), uma máquina que substitui o funcionamento dos pulmões e do coração, quando este não consegue ser assegurado pela  ventilação mecânica invasiva, para a paciente poder respirar. 


Luxemburgo transfere cada vez mais ‘pacientes covid’ para o estrangeiro
Há cada vez mais pacientes com covid-19 que estão internados no Luxemburgo a ser transferidos para hospitais no estrangeiro. Em causa está um número insuficiente de máquinas para doentes com insuficiência respiratória nos hospitais do Grão-Ducado.

Como assumiram, em meados de abril,  a ministra do Interior, Taina Bofferding, e o primeiro-ministro, Xavier Bettel, em declarações à RTL, o Luxemburgo não dispõe de máquinas suficientes para todos os pacientes, já que apenas o Centro Nacional do Coração, situado na route d’Arlon, ao lado do Centro Hospitalar do Luxemburgo, dispõe deste tipo de equipamento, em número limitado.

A situação dos pacientes transferidos para os centros hospitalares universitários alemães requeria a utilização da ECMO, pelo que a necessidade de aceder a esse recurso para lá das fronteiras foi acionada pelas equipas de assistência. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas