Escolha as suas informações

Contacto, El País e Diário de Notícias vão desenvolver projeto europeu de investigação
Luxemburgo 07.11.2019

Contacto, El País e Diário de Notícias vão desenvolver projeto europeu de investigação

Contacto, El País e Diário de Notícias vão desenvolver projeto europeu de investigação

Luxemburgo 07.11.2019

Contacto, El País e Diário de Notícias vão desenvolver projeto europeu de investigação

O jornalista do Contacto Ricardo J.Rodrigues e o madrileno Juan Calleja González são os vencedores da bolsa Reporters in the Field.

É a primeira vez que a bolsa Reporters in the Field distingue um projeto português, luxemburguês ou espanhol. A iniciativa da Fundação Robert Bosch financia investigações jornalísticas transfronteiriças dentro do espaço Europeu. 

A série de reportagens conjuntas, em papel e multimédia, chegará aos leitores em 2020. A investigação dos jornalistas ibéricos, Ricardo J. Rodrigues e Juan Calleja González, vai ser publicada em simultâneo no Contacto, no português Diário de Notícias e no espanhol El Pais.

"Num tempo em que os meios de comunicação social estão a cada vez mais condicionados pela falta de capacidade de investimento em grandes reportagens e em trabalhos de investigação é muito importante que tenhamos a oportunidade de desenvolver trabalhos que são essenciais para a democracia e para a informação dos cidadãos na medida em que possam continuar a fazer as suas escolhas e as análises livremente. No fundo, é isso que nos propomos a fazer em parceria para analisar assuntos que são comuns à Europa", reage o grande repórter português, Ricardo J. Rodrigues, que trocou o país de origem pelo Luxemburgo há cerca de três meses para integrar a redação do Contacto.  

Juan Calleja González também falou ao jornal português do grupo do Saint-Paul Luxembourg e não escondeu a euforia que a atribuição da Reporters in the Field despertou. "Esta bolsa é muito interessante porque possibilita trabalhos conjuntos entre diferentes países da União Europeia. A nossa ideia é partir de histórias concretas e torná-las globais já que mesmo sendo locais, há problemas que afectam não só a Europa como o resto do mundo", esclareceu sem antecipar o tema que, dentro em breve, vai chegar aos leitores dos três países com o objetivo claro de "romper fronteiras".  



Notícias relacionadas