Escolha as suas informações

Conselho das Doenças Infecciosas recomenda vacina para todas as crianças entre os 5 e 11 anos
Luxemburgo 12.01.2022
Covid-19

Conselho das Doenças Infecciosas recomenda vacina para todas as crianças entre os 5 e 11 anos

Covid-19

Conselho das Doenças Infecciosas recomenda vacina para todas as crianças entre os 5 e 11 anos

Foto: Robert Michael/dpa
Luxemburgo 12.01.2022
Covid-19

Conselho das Doenças Infecciosas recomenda vacina para todas as crianças entre os 5 e 11 anos

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Problemas cardíacos ou ainda o aparecimento da diabetes são algumas das complicações que podem surgir nos mais novos devido a uma infeção por covid-19.

Depois da recomendação apenas para as crianças de risco ou que vivam com pessoas de risco emitida antes do Natal, o Conselho Superior das Doenças Infecciosas no Luxemburgo alargou esta terça-feira a recomendação a todas as crianças entre os 5 e os 11 anos.

O Governo já tinha decidido antes do Natal alargar a vacinação a todas as crianças desta faixa etária, mas sem o parecer do conselho. Uma recomendação que surge agora.

No parecer o conselho sublinha que, de uma forma geral, a covid-19 tem repercussões menos graves nas crianças, mas que há alguns casos graves entre os mais novos. Várias crianças tiveram complicações após uma infeção por covid-19 e tiveram de ser hospitalizadas, escreve a pediatra Isabel De La Fuente, da KannerKlinik. 

Problemas cardíacos ou ainda o aparecimento da diabetes são algumas das complicações apontadas como consequência de uma infeção por covid-19 nos mais novos, referem ainda os especialistas. 

A vacinação pediátrica pode fazer-se nos centros de vacinação do Grão-Ducado ou através de alguns pediatras. A vacina para os mais novos da Pfizer/BioNTech (Cominarty) e tem autorização de emergência por parte da Agência Europeia do Medicamento (EMA) para ser administrada na União Europeia, desde 15 de novembro passado. 

Alguns pediatras que administram a vacina às crianças. A lista dos médicos que participam na campanha de vacinação está publicada no site dedicado à vacinação, em Impfen.lu.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

É a vacinação dos 5-11 anos é mais polémica e que enche de dúvidas os pais. O Contacto ouviu especialistas, entre eles o coordenador de um dos ensaios clínicos nos Estados Unidos e explica-lhe tudo sobre esta nova vacina. "Não é urgente vacinar já todas as crianças. Só as de risco", é a opinião mais consensual.
Portugal recomenda a vacinação generalizada dos 5 aos 11 anos, mas com prioridade para as crianças de risco.
Vacinação
A campanha de vacinação começou na fase mais negra da pandemia do país, em janeiro, com fura filas e demissões polémicas. Hoje Portugal é o segundo país do mundo com maior número de vacinados.“Fico satisfeito por ter contribuído para um processo que foi decisivo para salvar vidas”, declara ao Contacto o vice-almirante Gouveia e Melo, na véspera de deixar a liderança da vacinação em Portugal e com o país prestes atingir os 85% de vacinados. Esta é uma história de sucesso muito elogiado nos quatro cantos do mundo. E que merece ser contada.
O coordenador da task-force para a vacinação contra a covid-19, Henrique Gouveia e Melo, durante a conferência de imprensa com atualização da informação sobre a vacina covid-19 da Astrazeneca, no Ministério da Saúde, em Lisboa, 18 de março de 2021. RODRIGO ANTUNES/LUSA