Escolha as suas informações

Conselho Europeu arranca hoje com plano Juncker na agenda
Luxemburgo 18.12.2014 Do nosso arquivo online
Bruxelas

Conselho Europeu arranca hoje com plano Juncker na agenda

Bruxelas

Conselho Europeu arranca hoje com plano Juncker na agenda

REUTERS
Luxemburgo 18.12.2014 Do nosso arquivo online
Bruxelas

Conselho Europeu arranca hoje com plano Juncker na agenda

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE) reúnem-se hoje, em Bruxelas, para fazer uma primeira análise do plano de investimentos de 315 mil milhões de euros apresentado pela Comissão Juncker.

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE) reúnem-se hoje, em Bruxelas, para fazer uma primeira análise do plano de investimentos de 315 mil milhões de euros apresentado pela Comissão Juncker.

Na reunião, em que participam os primeiros-ministros Xavier Bettel e Pedro Passos Coelho, os líderes dos 28 deverão dar o seu aval ao objectivo traçado pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, de relançar a confiança na economia europeia.

O plano Juncker prevê mobilizar 315 mil milhões de euros em novos investimentos entre 2015 e 2017, devendo as propostas legislativas para alcançar este objectivo estar apresentadas até final de Junho de 2015.

Bruxelas deverá nomear uma comissão de acompanhamento do plano, bem como um comité técnico para seleccionar os projectos nacionais a financiar.


Notícias relacionadas

A Presidente da Comissão Europeia inicia hoje, em Portugal, uma série de visitas aos 27 Estados-membros para aprovar formalmente os projetos de cada país para aplicação do plano de recuperação europeu.
O presidente da Comissão Europeia (CE), o luxemburguês Jean-Claude Juncker, voltou a reiterar que a União Europeia (EU) não apoia a independência catalã do Estado espanhol. Juncker não quer “arriscar” uma UE com “98 estados”.
O luxemburguês Jean-Claude Juncker, Presidente da Comissão Europeia, esta sexta-feira na UNI.
O Presidente francês instou o Luxemburgo a combater a evasão fiscal, durante uma visita oficial ao Grão-Ducado. Hollande anunciou ainda que o seu país vai disponibilizar mais oito mil milhões de euros no âmbito do plano Juncker.