Escolha as suas informações

Conselheiros do Luxemburgo levam atrasos nas reformas a reunião em Lisboa
Luxemburgo 27.02.2019

Conselheiros do Luxemburgo levam atrasos nas reformas a reunião em Lisboa

Conselheiros do Luxemburgo levam atrasos nas reformas a reunião em Lisboa

Foto: Alain Piron
Luxemburgo 27.02.2019

Conselheiros do Luxemburgo levam atrasos nas reformas a reunião em Lisboa

Trata-se do encontro do Conselho das Comunidades Portuguesas da Europa que vai decorrer entre quinta e sexta-feira.

Os representantes eleitos pelos Luxemburgo do Conselho das Comunidades Portuguesas, João Verdades dos Santos e Rogério Oliveira, vão levar o tema dos atrasos da Segurança Social sobre as reformas dos imigrantes à reunião do Conselho das Comunidades Portuguesas Europa, esta quinta e sexta-feira, em Lisboa. Trata-se do cumprimento de uma promessa deixada na reunião que os conselheiros mantiveram com imigrantes portugueses no Luxemburgo no passado mês de janeiro.

Na altura foi criada uma comissão para acompanhar problemas com o envio de dados relativos à carreira contributiva dos cidadãos por parte da Segurança Social portuguesa. Mais tarde, foram anunciadas medidas pelo Governo português no sentido de que a situação tivesse solução.

No passado dia 11, José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades, visitou o país e, em reunião com imigrantes portugueses no Luxemburgo, voltou a deixar a indicação de que estavam a ser adotadas medidas para resolver os casos "de uma vez por todas". Ontem, o assunto voltou a ser referido pelo secretário de Estado em reunião da Comissão Parlamentar dos Negócios Estrangeiros.


Pensões. Imigrantes portugueses criam comissão para acompanhar problemas da Segurança Social
Um grupo de imigrantes portugueses no Luxemburgo criou este domingo uma comissão para acompanhar os problemas relativos aos atrasos no envio de documentos relativos à carreira contributiva, e admitem mesmo uma associação judicial contra o Estado português. Está agendada uma sessão com o secretário de Estado no dia 11 de fevereiro.

Em comunicado enviado às redações, os conselheiros revelam que vão abordar "os atrasos esta quinta-feira de manhã e não deixarão de insistir com representantes do Governo no CCP para  resolverem este assunto, sem prejuízo de medidas consideradas convenientes e pertinentes".

"Os atrasos afetam centenas de portugueses no Luxemburgo e, certamente, milhares de cidadãos por essa Europa fora", acrescenta o documento.

O Brexit, a nova Lei Eleitoral e o ensino da língua portuguesa também vão estar em análise.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Segurança Social portuguesa e luxemburguesa reúnem-se em 2019
O Governo português garantiu que vai salvaguardar os direitos sociais dos emigrantes portugueses no Luxemburgo e adiantou que a questão da atribuição de reformas será abordada num encontro dos serviços sociais dos dois países no primeiro trimestre de 2019.
Segurança Social portuguesa demora oito meses para responder aos emigrantes
A Caixa de Pensões e a Segurança Social de Portugal registam um atraso de cerca de oito meses nas respostas aos emigrantes, reconheceu hoje o secretário de Estado das Comunidades. José Luís Carneiro admitiu o atraso durante a audiência, em Lisboa, com a central sindical luxemburguesa OGBL e a sua homóloga portuguesa CGTP.
Antiga secretária de Estado das Comunidades: “Governo tem de reconstituir uma máquina de apoio aos portugueses no estrangeiro”
“O Governo português deve reconstituir a Secretaria de Estado da Emigração” para dar resposta aos problemas dos emigrantes, como os novos casos de exploração de portugueses na construção. A antiga secretária de Estado da Emigração e das Comunidades, Manuela Aguiar, esteve no Luxemburgo e defende que o Governo deve ter uma política virada para os portugueses que emigram, mas também para os que regressam.
Manuela Aguiar