Escolha as suas informações

Conheça as medidas anunciadas pela ministra da Saúde
Luxemburgo 26.10.2020

Conheça as medidas anunciadas pela ministra da Saúde

Conheça as medidas anunciadas pela ministra da Saúde

Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort
Luxemburgo 26.10.2020

Conheça as medidas anunciadas pela ministra da Saúde

Madalena QUEIRÓS
Madalena QUEIRÓS
Aumento das multas mínimas para 100 euros, criação de "camas de reserva sanitária" nos hospitais e limitar o número de pessoas nas lojas das grandes superfícies, são algumas das medidas anunciadas por Paulette Lenert.

Multas mínimas passam a 100 euros

A multa mínima a pagar passa de 25 para 100 euros, para quem não cumprir as regras para controlar a pandemia. A multa pode chegar aos 500 euros.

Apenas uma pessoas por cada 10 m2 nas lojas das grandes superfícies

A medida já foi aprovada na Alemanha e é agora adotada pelo Grão-Ducado. Nos estabelecimentos comerciais das grande superfícies passa a ser permitida apenas uma pessoa por cada 10 m2 da loja.

Criação de camas de crise nos hospitais 

A ministra da Saúde anuncia a criação de uma nova categoria de camas nos hospitais: camas de reserva sanitária. A medida é válida para os próximos 12 meses e vai implicar um financiamento adicional aos hospitais .

Recolher obrigatório entre as 23h00 e as 6h00

O recolher obrigatório tem como objetivo assegurar que as pessoas "ficam em casa durante um período de tempo, para que não haja inter-ações". Os cafés e restaurantes "devem fechar às 23h00" e todos devem fazer um esforço "para  estar em casa às 23h00", subllinhou a ministra da Saúde.

Convidados em casa reduzidos a quatro pessoas

Outra das medidas previstas aponta para reduzir as visitas nos domicílios a quatro pessoas. "Insisto que quatro é o número mágico e a partir de quatro é obrigatório usar máscara, sendo no interior ou exterior", afirmou a ministra da Saúde.


Ministra da Saúde anuncia que as multas mínimas passam a 100 euros
Quem não respeitar as regras deverá pagar uma multa que, no mínimo, será de 100 euros. Governo cria "camas de reserva sanitária" nos hospitais.

Proibidos todos os eventos com mais de cem pessoas 

“Permitimos eventos em que participem, no máximo, até cem pessoas", sublinhou a ministra da Saúde. Mas há que evitar "ao máximo o risco",  por isso “todas as atividades” associadas a esses eventos que “impliquem comer e beber têm que ser anuladas para diminuir os riscos de contágios".

Desportos com um máximo de quatro pessoas

Para o grande público "a regra dos quatro deve ser respeitada". "No desporto reduzimos a quatro o número de praticantes permitidos, sem uso de máscara". Esta semana "haverá uma conferência de imprensa do ministro dos Desportos que irá explicar os detalhes" das regras dos eventos desportivos. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas